15/10/19
 
 
Mourinho ao seu estilo na primeira aparição pública após o despedimento (com vídeo)

Mourinho ao seu estilo na primeira aparição pública após o despedimento (com vídeo)

Bruno Venâncio 19/12/2018 17:03

O treinador português não quis comentar a saída do Manchester United, mas enviou entretanto um comunicado a agradecer a oportunidade de ter trabalhado nos red devils

José Mourinho proferiu esta quarta-feira as primeiras declarações públicas após o despedimento do comando técnico do Manchester United. O treinador português enviou um comunicado para as redações onde agradeceu a oportunidade concedida pelos red devils, pedindo também para a imprensa respeitar a sua privacidade.

"Foi um orgulho imenso trazer o emblema do Manchester United ao peito desde o primeiro momento e sinto que os adeptos do clube sabem disso. Tal como aconteceu nos anteriores clubes, trabalhei com gente maravilhosa e, claro está, a amizade de algumas delas ficará para sempre. Creio que as pessoas conhecem os meus princípios profissionais e, sempre que termino um capítulo, gosto de demonstrar o meu mais profundo respeito sem fazer qualquer tipo de comentário. Espero que os meios de comunicação respeitem esta minha posição e me deixem levar uma vida normal até decidir voltar ao futebol", frisou o outrora Special One.

Palavras que surgem na sequência de um vídeo divulgado pela Sky Sports onde Mourinho recusa falar do sucedido com um jornalista, a quem acaba por convidar... para um passeio nas ruas de Londres. "Posso dar uma caminhada ou não? Não vou dizer nada [sobre o Manchester United], vocês conhecem-me. Não tenho nada a dizer. Se quiser vir passear comigo, vamos ao Battersea, não há problema", atirou, aparentemente de bom humor.

 

 

Na terça-feira, foram inúmeras as reações ao despedimento do treinador português. A última das quais chegou de Pep Guardiola, que tem mantido uma acesa rivalidade com Mourinho nos últimos anos, primeiro em Espanha (Barcelona vs Real Madrid) e agora em Inglaterra. Apesar disso, o catalão demonstrou o seu apoio ao técnico português. "Estou do lado dele, os treinadores estão sempre sozinhos. Contratam-nos para ganhar e se não o conseguimos… Eu sei o que acontece, portanto sempre que despedem um treinador eu ponho-me do lado dele e imagino o que sentem. Mas ele tem muita experiência, é um tipo duro e vai voltar a treinar rapidamente, vamos voltar a jogar um contra o outro", disparou Guardiola, na conferência de imprensa após o encontro entre o Manchester City e o Leicester, a contar para os quartos-de-final da Taça da Liga - os citizens seguiram em frente, vencendo no desempate por grandes penalidades após o 1-1 no tempo regulamentar.

Iniciar Sessão
Esqueceu-se da sua password?

×
×

Subscreva a Newsletter do i

×

Pesquise no i

×