17/9/19
 
 
Bélgica. Nacionalistas manifestam-se contra Pacto Global das Migrações

Bélgica. Nacionalistas manifestam-se contra Pacto Global das Migrações

AFP Jornal i 16/12/2018 21:03

A polícia viu-se obrigada a usar gás lacrimogéneo e canhões de água para controlar os protestos

Mais de cinco mil elementos de extrema-direita manifestaram-se ontem em Bruxelas, na Bélgica, contra o Pacto Global das Migrações das Nações Unidas, assinado em Marraquexe, Marrocos, na semana passada. O protesto aconteceu nas proximidades das principais instituições europeias na cidade.

A polícia viu-se obrigada a lançar granadas de gás lacrimógeneo e canhões de água contra os manifestantes. 

A poucos quilómetros de distância, cerca de mil militantes de esquerda participaram numa contra-manifestação contra a extrema-direita.   

Na passada sexta-feira, o maior partido da coligação governamental belga, o N-VA, decidiu abandonar o executivo por o primeiro-ministro belga, Charles Michel, ter decidido assinar o Pacto Global das Migrações. 

O acordo internacional foi assinado na semana passada por 164 países, mas um número considerável de países recusou-se a fazê-lo. Entre estes encontram-se os Estados Unidos, a Áustria, Hungria, Itália, Polónia e Eslováquia, países que têm governos nacionalistas ou de extrema-direita no poder. Os executivos argumentaram que o acordo criará eventuais riscos de segurança ao permitir a imigração. 

Iniciar Sessão
Esqueceu-se da sua password?

×
×

Subscreva a Newsletter do i

×

Pesquise no i

×