1/10/20
 
 
Maçonaria apela a "um combate tenaz" pela condenação de quem viola os direitos humanos

Maçonaria apela a "um combate tenaz" pela condenação de quem viola os direitos humanos

10/12/2018 20:21

GOL “continua e continuará sempre a defender a universalidade dos direitos humanos"

O Grande Oriente Lusitano (GOL) afirma, em comunicado, que a maçonaria portuguesa “continua e continuará sempre a defender a universalidade dos direitos humanos, recusando o recuo na sua defesa, apelando, mais do que a uma comemoração, a um combate tenaz pela condenação de quem os viola e uma intervenção política e cívica pela sua integral aplicação”.

Num comunicado sobre os 70 anos da Declaração Universal dos Direitos Humanos, a maçonaria considera que “hoje, talvez como nunca, há motivos fortes para esta evocação, pela sua excecional atualidade, dado o recuo visível da sua aplicação em todo o mundo”.

O comunicado, da autoria do grão-mestre do GOL, Fernando Lima, refere ainda que “a luta para estabelecer firmemente os direitos humanos (...) passa obrigatoriamente pela Educação”. Os maçons consideram que é “essencial apostar na ação educativa como contributo decisivo para a compreensão e realização dos direitos humanos”. 

Ler Mais

Iniciar Sessão
Esqueceu-se da sua password?

×
×

Subscreva a Newsletter do i

×

Pesquise no i

×