15/12/19
 
 
Polícia maltesa identificou suspeitos de planearam assassinato de jornalista

Polícia maltesa identificou suspeitos de planearam assassinato de jornalista

Jornal i 18/11/2018 17:56

A jornalista maltesa Daphne Caruana Galizia foi assassinada há 13 meses atrás

A polícia maltesa terá identificado um grupo de pelo menos três pessoas responsável pelo planeamento do assassinato da jornalista maltesa Daphne Caruana Galizia, há treze meses atrás, revelou o "Sunday Times of Malta". 

O jornal não revelou os nomes dos identificados, mas na peça citou uma fonte de alto nível que garantiu a investigação estar "num estágio muito avançado". 

A jornalista morreu quando uma bomba detonou no seu carro, matando-a instantaneamente. Estava a investigar um escândalo de corrupção que alegadamente implicaria altos membros do governo maltês, mas as autoridades não confirmaram se esse foi o verdadeiro motivo da sua morte. 

As autoridades detiveram há algumas semanas atrás três homens que terão levado a cabo o assassinato, com estes três novos identificadores a terem-no planeado. 

A morte da jornalista chocou a Europa e levantou inúmeras questões sobre o primado da lei no país mediterrânico. 

Iniciar Sessão
Esqueceu-se da sua password?

×
×

Subscreva a Newsletter do i

×

Pesquise no i

×