19/12/18
 
 
Bruno de Carvalho e Mustafá só foram identificados. Interrogatório só começa amanhã

Bruno de Carvalho e Mustafá só foram identificados. Interrogatório só começa amanhã

Miguel Silva Carlos Diogo Santos 13/11/2018 16:13

Greve dos funcionários judiciais impossibilitou a continuação dos trabalhos hoje depois das 16h

Bruno de Carvalho e o líder da Juve Leo ainda não foram interrogados. Os trabalhos foram hoje interrompidos devido à greve dos funcionários judiciais, tendo os arguidos sido identificados e tido acesso ao despacho de indiciação, ou seja, à descrição de todas as suspeitas que sobre ambos recaem.

O Tribunal do Barreiro esclareceu que “tendo em conta os inúmeros documentos cuja consulta os Ilustres Defensores dos arguidos solicitaram, não foi possível reiniciar a diligência na altura aprazada, 14,30 horas, tendo só agora, pelas 15,45 horas, sido possível entregar àqueles Defensores, para apreciação, as cópias dos documentos solicitadas”.

E o atraso levou a que os trabalhos fossem reagendados para amanhã: “Tendo em conta que os Ilustres Defensores dos arguidos ainda têm que analisar todos os documentos agora fornecidos e que a greve parcial dos senhores funcionários judiciais se reiniciará pelas 16,00 horas e ainda que os dois funcionários deste Juízo de Instrução Criminal aderiram à mesma, voltaram a suspender-se os trabalhos que se retomarão, amanhã, pelas 10,00”.

Para amanhã estão marcados serviços mínimos, pelo que a greve terá menos impacto nos trabalhos.

Bruno de Carvalho vai passar assim mais uma noite no posto da GNR de Alcochete e Mustafá no posto do Montijo.

 

 

Iniciar Sessão
Esqueceu-se da sua password?

×
×

Subscreva a Newsletter do i

×

Pesquise no i

×