7/12/21
 
 
Médica do Hosptial São José vence prémio internacional

Médica do Hosptial São José vence prémio internacional

Dreamstime Jornal i 13/11/2018 14:50

Ana Paiva Nunes foi pioneira em Portugal no registo de doentes com AVC submetidos a tratamentos de reperfusão

A médica portuguesa Ana Paiva Nunes venceu o primeiro prémio de registo internacional de tratamentos em AVC na terapêutica da reperfusão, da SITS (sigla inglesa), um sistema de registo independente baseado no Instituto Karolinska, na Suécia.

O prémio destaca os sistemas de registo feitos pelos médicos de forma a reduzir a carga global e, assim melhorar o tratamento do AVC. Ana Paiva Nunes explicou à Lusa que, apesar de não existir a obrigatoriedade de fazer registos dos doentes que são submetidos a tratamento de reperfusão, a médica começou a registar todos os pacientes submetidos a trombectomia – processo de remoção de vaso ou do trombo, normalmente indicado em coágulos grandes.

Desta forma, o hospital São José, que é integrado no Centro Hospitalar de Lisboa Central, passou a ser distinguido como o centro com maior registo de doentes e com melhor qualidade de dados.

O prémio foi entregue esta segunda-feira na Suécia. Ana Paiva Nunes, aproveitou o momento para sublinhar que a distinção se refere à inclusão e registo de pessoas submetidas a um determinado tratamento, e não à qualidade do serviço prestado a doentes com AVC. A médica defende que o registo dos doentes “é a única forma” que um hospital tem para se comparar com outro.

A falta de obrigatoriedade de registo em Portugal faz com que, por exemplo, não seja possível saber quantos doentes com AVC foram submetidos a trombólises ou trombectomias.

Ler Mais


×

Pesquise no i

×