21/5/19
 
 
Afinal a operação Neymar custou 252 milhões de euros ao PSG

Afinal a operação Neymar custou 252 milhões de euros ao PSG

AFP Jornal i 09/11/2018 19:31

Football Leaks faz novas revelações

A transferência de Neymar do Barcelona para o PSG continua a dar que falar: no verão de 2017, o internacional brasileiro tornou-se o futebolista mais caro de sempre da história após ter custado ao emblema de Paris 222 milhões de euros. A astronómica quantia chocou meio mundo na altura, mas ao que parece o clube francês teve que assumir alguns extras para além do valor previsto na cláusula de rescisão do atleta.

Segundo revela a Football Leaks, os custos da operação custaram 252 milhões de euros, ou seja, mais 30 milhões do que foi divulgado: de acordo com o site que tem vindo nos últimos tempos a fazer várias revelações sobre as transferências e os salários dos futebolistas, o PSG teve que assumir um custo extra devido aos agentes envolvidos nesta operação. Entre eles estão o pai do jogador, seu representante oficial, e o intermediário da operação, Pini Zahavi, que receberam 10,7 milhões de euros cada um. Além disso, o emblema de Paris pagou outros 8,7 milhões de euros ao Santos, clube que formou Neymar, correspondente a cerca de 5% do valor global, conforme exigido pela FIFA neste tipo de transferências.

No total são 252 milhões de euros envolvidos naquela que continua a ser a maior operação de venda que registou o mundo do futebol em toda a história.

30 milhões de euros por temporada:

Além dos elevados custos envolvidos na operação, o PSG teve ainda que assumir um enorme esforço financeiro para manter o brasileiro já que, segundo a  Football Leaks, recebe nada mais nada menos que 30 milhões de euros líquidos por temporada (divididos entre 25.5 milhões de euros fixos e 4.5 milhões de euros em bónus).

375 mil euros por aplaudir adeptos no final do jogo:

Esta semana, Neymar já tinha sido notícia por alegadamente receber 375 mil euros por aplaudir os adeptos franceses no final de cada encontro do PSG. A informação foi avançada por um documentário emitido pelo canal de televisão France 2. A confirmar-se, esta seria uma quantia muito superior ao que aufere, por exemplo, o compatriota Thiago Silva, que, pelo mesmo gesto, vê cerca de 33 mil euros, havia revelado o Football Leaks.

Através das redes sociais, ambos desmentiram a notícia, que apelidaram de fake news. Contudo, em declarações ao jornal Le Parisien, o PSG reagiu à notícia. O clube não desmentiu, mas deu uma explicação para o pagamento deste tipo de atos aos jogadores. De acordo com o emblema francês, existe um código ético a cumprir pelos jogadores, que inclui vários itens e valem pontos.

 

Iniciar Sessão
Esqueceu-se da sua password?

×
×

Subscreva a Newsletter do i

×

Pesquise no i

×