16/9/19
 
 
Matou 186 rapazes e pode vir a ser libertado por bom comportamento

Matou 186 rapazes e pode vir a ser libertado por bom comportamento

AFP Jornal i 31/10/2018 22:47

Luis Garavito foi condenado a 40 anos, teve uma redução da pena para 24 e, ao fim de 20 anos, pode ser libertado por bom comportamento

Luis Garavito, mais conhecido por “A Besta”, confessou em 1999 ter matado 186 rapazes e violado 200, o que lhe deu a pena máxima permitida na Colômbia, ou seja 40 anos. Agora poderá vir a sair mais cedo por bom comportamento.

Em 2006, Garavito viu a sua pena reduzida para 24 anos por ter revelado o paradeiro dos cadáveres de alguns dos jovens que assassinou em por ter juntado horas de estudo acumuladas na prisão e ter tido um bom comportamento na prisão poderá sair quando cumprir 20 anos de pena, avança a rádio colombiana RCN, citando uma carta enviada pela Procuradoria-Geral à unidade de Crime Organizado da polícia Nacional.

“Tendo em conta que o senhor Luis Alfredo Garavito Cubillos (…) se encontra à beira de cumprir com a pena que foi reduzida no estabelecimento penitenciário de Alta e Média Segurança de Valledupar, distrito de Cesar, respeitosamente solicito-lhe que reveja se alguns dos despachos judiciais a seu cargo revelam mais investigações contra o senhor citado”, pode ler-se na carta.

Ou seja, a Procuradoria-Geral está a tentar encontrar crimes pelos quais “A Besta” não tenha sido condenado para estender a pena. Até porque, desde que Garavito foi preso, as leis na Colômbia deixaram de permitir a redução de penas em casos de homicídios em série e de violação de menores e passaram a permitir penas de prisão perpétua.

Os crimes de Luis Garavito aconteceram durante sete anos, em 11 dos 32 condados da Colômbia, tendo apenas dois dos quase 200 homicídios ocorrido no Equador.

Iniciar Sessão
Esqueceu-se da sua password?

×
×

Subscreva a Newsletter do i

×

Pesquise no i

×