24/5/19
 
 
Festas. Todos os santos ajudam

Festas. Todos os santos ajudam

Davide Pinheiro 31/10/2018 14:30

Celebrar a importação do culto ou gozar o feriado do dia seguinte? Há disfarces para todos os gostos no Dia das Bruxas. Temáticas ou não, Lisboa enche-se de festas neste dia. No Porto, as comemorações são mais tímidas 

Campo pequeno

Hip hop e kizomba são os ritmos perfilados pelo Hallowbeat Fest para fazer as bruxas dançar. Em palco estarão os duros da rap da Força Suprema, os Wet Bed Gang, coletivo que conquistou o verão com o single “Devia Ir”, e os RichFellaz. Os DJ Caianda, ECS, Mizzy Milles e Omar Xike põem mais fé na festa. “O disfarce não é obrigatório”, previne a organização.

Capitólio

Aqui, celebra-se o sexo, a liberdade e a lascívia. Os 12 meses de “Hypersex”, o terceiro álbum de Moullinex agora amplificado por um conjunto de remisturas, são o pretexto para uma noite de puro hedonismo que junta “músicos, performers, artistas visuais, ativistas, profissionais do escapismo militante e party animals amadores”, para uma celebração “da Club Culture em todas as suas vertentes sociais, culturais e políticas”. 

Estúdio TimeOut

Na sala do Mercado da Ribeira celebra-se “O Fantasma da Ópera” com música eletrónica e ópera de fundo, complementada com performances de teatro da peça. Todos os intervenientes - atores, músicos e participantes - contribuem para um cenário que retrata o romance gótico de Gaston Lecroix. 

Convento do Beato

Tradição sobre tradição, a “horripilante festa de Halloween” da Fox já vai na oitava edição. Este ano não faz por menos. São prometidas 15 experiências aterradoras no Convento do Beato, entre as quais um “túnel do terror” onde os participantes serão desafiados a percorrer um corredor sem luz. Há ainda a “parede dos desejos” - num cenário em que o Apocalipse se aproxima e os convidados poderão escrever a sua mensagem final e preparar-se para o pior, desde um beijinho à avó a últimos pensamentos ou até pedidos de casamento. E o desafio “pick a door” para os participantes descobrirem medos.

Lust Porto

A segunda edição do Porto Scary Halloween tem como chamariz o bar aberto. Os homens pagam 12€, as mulheres 10€, e todos têm direito a beber sempre que forem ao bar. E ainda há uma Zona VIP, também com bar aberto mas de bebidas premium. À entrada, a prioridade será concedida a quem estiver mascarado, por isso vale a pena apostar em máscaras e disfarces para não perder tempo. Máscaras, sustos e música estão prometidos. Quantas vezes se irá ouvir o “Thriller” de Michael Jackson?

Sabotage

Após anos de isolamento na Irlanda, o fadista maldito Paulo Bragança voltou a Portugal e ao fado. Regressou com “Exílio”, o primeiro EP em 16 anos e o prólogo de um todo maior prometido para breve. O “fadista punk” promete trazer uma “cerimónia especial” ao Sabotage, no Cais do Sodré. Bilhetes a 10 euros, ou 15 com o CD. 

Evolution Lisboa

Nesta festa, “o banho de espuma” é substituído por “um banho de sangue”. O hotel do Saldanha estará decorado para a ocasião e preparou uma noite com a marca de cerveja Bud. Para a “Bloodweiser” estão convidadas bruxas, vampiros e mortos-vivos. Haverá uma sala escura com partidas tanto “aterradoras” como divertidas. 

LX Factory

As Therapy Sessions já levam quase dez anos de festas pesadas e ritmos sinistros no Halloween. O drum’n’bass é a ignição de um festejo que cola a sombra com o escuro. Os sul-africanos Counterstrike, há alguns anos sem pisar Portugal, são os cabeças-de-cartaz da noite. Da Itália vem Maztek, e da Rússia Triamer. Os locais C-Netik e Blast prometem uma seleção de techno; BSA e T-Rex descem o pano descerrado pelo estreante Dunats. 

Pavilhão Carlos Lopes

”Uma festa de meter medo”, promete a LX Music, uma das principais promotoras de festas de techno em Lisboa. Depois de um verão a céu aberto, a produtora instala-se no recuperado Pavilhão Carlos Lopes para receber uma embaixada de música eletrónica liderada pela alemã Ellen Allien. Ben Sims, Jonas Kopp b2b Pfirter, Glove e Fvndo (Live) completam o cartaz de uma festa que “será adornada com decorações” e onde “ máscaras são muito bem-vindas”. Fica o apelo: “Traz os teus fantasmas, esperamos por ti, em corpo ou em espírito.”

Iniciar Sessão
Esqueceu-se da sua password?

×
×

Subscreva a Newsletter do i

×

Pesquise no i

×