27/6/19
 
 
Casal burlou mais de 50 famílias com casas para férias

Casal burlou mais de 50 famílias com casas para férias

Dreamstime Jornal i 23/10/2018 11:49

O processo, que não é o único em que o casal é arguido por burla, está a aguardar julgamento

Ao longo de seis anos, um casal burlou mais de 50 famílias de todo o país através do arrendamento de casas para férias e habitação permanente que não eram deles.

Sérgio Silva e Tânia Tomé, residentes na Batalha, são acusados de 51 crimes de burla qualificada e de um crime por uso de documento de identificação alheio.

O homem, de 32 anos, está em prisão preventiva desde abril, mês em que foi detido pela Polícia Judiciária.

Segundo a acusação do Ministério Público (MP), citada pelo Correio da Manhã, as vítimas fizeram transferências num total de 14.706 euros para contas bancárias, que eram controladas pelo casal através de documentos de identificação de outras pessoas.

As burlas aconteciam pela Internet e eram anunciadas casas para férias ou para habitação permanente no Algarve, Nazaré e Leiria.

Só depois de fazerem o pagamento de uma caução ou de um sinal do arrendamento é que as vítimas percebiam que tinham sido burladas.

Sérgio Silva e Tânia Tomé chegaram também a colocar vários artigos para venda, entre mobiliário, eletrodomésticos ou equipamentos eletrónicos e voltavam a exigir um pagamento para o envio dos mesmos.

"Não obstante esse pagamento, os ofendidos nunca receberam os seus artigos, nem lhes foi devolvida a importância por si enviada", informa o MP.

O processo, que não é o único em que o casal é arguido por burla, está a aguardar julgamento.

 

Iniciar Sessão
Esqueceu-se da sua password?

×
×

Subscreva a Newsletter do i

×

Pesquise no i

×