24/1/21
 
 
Remodelação. Saiba quem são os dez novos secretários de Estado

Remodelação. Saiba quem são os dez novos secretários de Estado

Bruno Gonçalves Beatriz Martinho 17/10/2018 19:00

Há dez novas caras no governo. Com a remodelação, António Costa decidiu ainda criar mais duas novas secretarias de Estado: a da Defesa do Consumidor e a da Valorização do Interior, que vai ao encontro de uma “preocupação dos portugueses”, como afirmou o Presidente

A remodelação governamental está completa. Depois de no domingo terem sido anunciados os novos quatro ministros - da Cultura, Saúde, Economia e Defesa -, ontem foram conhecidos os dez novos secretários de Estado que completam as equipas

António Costa optou por reconduzir apenas cinco nomes no elenco de secretários de Estado do executivo: no Turismo, Ana Mendes Godinho; na Habitação, Ana Pinho; no Ambiente, Carlos Martins; no Ordenamento do Território e Conservação da Natureza, Célia Ramos, além de José Mendes, que se mantém como secretário de Estado Adjunto e da Mobilidade.

Mas as novidades não ficam por aqui. O primeiro-ministro decidiu criar duas novas secretarias de Estado: a da Valorização do Interior e a da Defesa do Consumidor, ambas sob a tutela do novo ministro Adjunto e da Economia, Pedro Siza Vieira. 

Com o objetivo de definir uma estratégia nacional para o desenvolvimento do interior e da coesão territorial, o governo de António Costa já tinha criado uma Unidade de Missão para a Valorização do Interior. No entanto, foi mais longe e transformou-a numa secretaria de Estado. 

Marcelo Rebelo de Sousa elogiou a criação da nova pasta. “Não gosto de comentar remodelações no governo, mas sublinho que começou por haver uma unidade de missão para o interior que passa a Secretaria de Estado. A minha leitura é que é uma aposta política nessa causa”, disse.

O Presidente da República sublinhou ainda que a decisão do governo traduz-se num “maior peso político” para uma “preocupação dos portugueses”, a da valorização do interior do país.

Para liderar a nova secretaria de Estado responsável pelo desenvolvimento do interior, António Costa escolheu João Paulo Catarino, que até aqui exercia a função de coordenador da Unidade de Missão da Valorização do Interior.

Com a remodelação governamental, o primeiro-ministro decidiu ainda recuperar a secretaria de Estado da Defesa do Consumidor, que chegou a existir no governo de António Guterres. Na altura, era o socialista Acácio Barreiros que ocupava o cargo. Desta vez, o escolhido para assumir a pasta é João Torres, antigo líder da Juventude Socialista e , atualmente, vice-presidente do grupo parlamentar do PS.

Os novos secretários de Estado

Ana Isabel Pinto
Secretária de Estado da Defesa

Substitui Marcos Perestrello, que regressa ao parlamento para ocupar o lugar de deputado. Ana Isabel Pinto é doutorada em Relações Internacionais pela Universidade Nova de Lisboa e especialista em Política Externa e de Segurança da União Europeia e em Geopolítica do Médio Oriente. Já desempenhou funções de consultora de investigação para a ONU e de assessora para as relações internacionais do ministro da Defesa Nuno Severiano Teixeira, no primeiro governo de José Sócrates. Agora, regressa à Defesa, numa altura em que a pasta está envolta na polémica do furto de material de guerra em Tancos.

Luís Goes Pinheiro
Secretário de Estado da Modernização Administrativa

Em substituição de Graça Fonseca - nomeada para ministra da Cultura -, Luís Goes Pinheiro é o novo secretário de Estado da Modernização, ficando sob alçada de Maria Manuel Leitão Marques no ministério da Presidência e da Modernização Administrativa. É licenciado em Direito, com uma pós-graduação em Direito Penal Económico e Europeu pela Universidade de Coimbra. Até agora, exercia as funções de secretário-geral adjunto no Ministério da Administração Interna, sendo o responsável pela gestão do processo eleitoral.  

Ângela Carvalho Ferreira
Secretária de Estado da Cultura

A chefe de gabinete de Graça Fonseca vai com ela para a Cultura, mas agora para assumir uma Secretaria de Estado, substituindo Miguel Honrado. Ângela Carvalho Ferreira é licenciada em Arquitetura e Gestão Urbanística pela Faculdade de Arquitetura da Universidade Técnica de Lisboa e pós-graduada em Direito das Autarquias Locais pela Faculdade de Direita da Universidade de Lisboa. Trabalhou na Câmara de Lisboa, onde era responsável pela área da informação urbana e planeamento municipal. Foi ainda diretora do Departamento de Projetos Estruturantes da Direção Municipal de Urbanismo.

João Sobrinho Teixeira
Secretário de Estado da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior

O novo secretário de Estado foi até há três meses presidente do Politécnico de Bragança. Cargo que ocupou nos últimos oito anos e onde dá aulas desde 1986. Entre 2008 e 2013 foi presidente do Conselho Coordenador dos Politécnicos, quando o ministro Manuel Heitor era secretário de Estado do Ensino Superior. E não é o único ponto de proximidade entre os dois. Até assumir funções no governo, Manuel Heitor foi membro do Conselho Geral do Politécnico de Bragança. Natural de Mirandela, Sobrinho Teixeira tem 56 anos e é doutor em Engenharia Química pela  Universidade do Porto.      

Francisco Ventura Ramos
Secretário de Estado Adjunto e da Saúde

É a quinta vez que Francisco Ventura Ramos, até agora presidente do IPO de Lisboa, integra um governo socialista. Já tinha ocupado o lugar de secretário de Estado em dois governos de António Guterres e nos dois executivos de José Sócrates. Licenciado em Economia e formado em Administração Hospitalar, foi consultor da Administração Regional de Saúde de Lisboa e Vale do Tejo e subdiretor-geral da Direção-Geral de Saúde. Nos últimos anos, fez estudos económicos de medicamentos para farmacêuticas e de organização de unidades privadas de prestação de cuidados de saúde.

Raquel Bessa de Melo
Secretária de Estado da Saúde

Deixou o cargo de diretora do Programa para a Área da Tuberculose da DGS para ser a nova secretária de Estado da Saúde. Licenciada em Medicina, é também assistente graduada sénior de Pneumologia, mestre em Saúde Pública, Gestão e Economia de Serviços de Saúde e doutorada em Saúde Pública. Até agora, era professora auxiliar na Faculdade de Medicina e no Instituto de Saúde Pública da Universidade do Porto. Investigadora na área da tuberculose, tem cerca de 100 artigos publicados, dez prémios e múltiplas participações em reuniões científicas nacionais e internacionais.

João Paulo Catarino
Secretário de Estado da Valorização do Interior

Era o coordenador adjunto da Unidade de Missão para a Valorização do Interior, criada para definir uma estratégia nacional para o desenvolvimento do interior e da coesão territorial. Antigo autarca em Proença-a-Nova, licenciado em Engenharia Agronómica. com bacharelato em Engenharia de Produção Florestal, fez parte do primeiro governo de José Sócrates, como adjunto do secretário de Estado do Desenvolvimento Rural e das Florestas. Agora, assume uma das duas novas secretarias de Estado criadas por António Costa nesta remodelação, a da Valorização do Interior.

João Torres
Secretátio de Estado da Defesa do Consumidor

O antigo líder da Juventude Socialista foi o escolhido para a Secretaria de Estado da Defesa do Consumidor, novidade desta remodelação feita por António Costa, mas que já existiu no governo de António Guterres. João Torres é mestre em Engenharia Civil e, na Assembleia da República, fez parte das comissões parlamentares de áreas como Ambiente, Ordenamento do Território, Cultura, Comunicação, Juventude e Desporto. E é um dos deputados do PS na Comissão Eventual para o Reforço da Transparência no Exercício de Funções Públicas.

João Correia Neves
Secretário de Estado da Economia

Com a saída dos secretários de Estado do Comércio e da Indústria, o novo secretário de Estado da Economia vai ser responsável também por essas matérias. O escolhido foi João Correia Neves, antigo chefe de gabinete de Manuel Pinho, quando este foi ministro da Indústria e Inovação, no primeiro governo liderado por José Sócrates. O novo secretário de Estado passou também pela direção-geral da Empresa do Ministério da Economia. E foi diretor regional de Lisboa e Vale do Tejo do Ministério da Economia.

João Galamba
Secretário de Estado da Energia

Foi um dos primeiros nomes apontados para ser secretário de Estado nesta remodelação feita por António Costa. Vai substituir Jorge Sanches na pasta da Energia, agora no Ministério do Ambiente e da Transição Energética, liderado por João Pedro Matos Fernandes. João Galamba, antigo porta-voz do PS e atual vice-presidente do grupo parlamentar socialista, era muito próximo de José Sócrates quando este era secretário-geral do Partido Socialista. É economista e integra o grupo de deputados do PS na Comissão de Orçamento, Finanças e Modernização Administrativa.

Ler Mais


Iniciar Sessão
Esqueceu-se da sua password?

×
×

Subscreva a Newsletter do i

×

Pesquise no i

×