15/12/18
 
 
O que tem a obesidade a ver com as horas passadas no escritório?

O que tem a obesidade a ver com as horas passadas no escritório?

Dreamstime Jornal i 11/10/2018 20:40

Aparentemente muita coisa. Segundo um estudo levado a cabo pela economista norte-americana Joelle Abramowitz, do US Census Bureau, as horas extra, nos empregos cada vez mais sedentários, aumentam o índice de massa corporal.

De acordo com o estudo, divulgado no site da economista, dez horas-extra semanais implicam um aumento do índice de massa corporal (IMC) e, consequentemente, do peso. E as mulheres são as mais penalizadas.

Neste caso, mais duas horas de trabalho por dia, dez horas semanais, implica um aumento do IMC de 0,424 nas mulheres - ou seja 1,3 quilos a mais na balança - e 0,197 nos homens, o que representa mais 635 gramas.

Por outro lado, Joelle Abramowitz explica que não é o trabalho em si o verdadeiro responsável pelos quilos a mais. Na verdade, as pessoas que trabalham mais horas têm menos tempo para cozinhar refeições saudáveis, fazer exercício e ter uma boa noite de sono.

Aliás, dormir é uma 'actividade' importante para diminuir o aumento de peso, uma vez que poucas horas de sono estão relacionadas com maior risco de obesidade.

Iniciar Sessão
Esqueceu-se da sua password?

×
×

Subscreva a Newsletter do i

×

Pesquise no i

×