23/2/20
 
 
Português condenado em Espanha por ligações ao Estado Islâmico

Português condenado em Espanha por ligações ao Estado Islâmico

Dreamstime Jornal i 27/09/2018 12:28

Pode ser libertado dentro de um ano e enviado para Portugal. A sua mulher terá de cumprir mais anos na prisão

O português Fábio Medeiros de Almeida, detido em Espanha desde outubro de 2015, foi condenado a quatro anos de prisão por "doutrinamento passivo" com vista a atividades terroristas.

Fábio Almeida está em prisão preventiva há três anos, pelo que poderá sair da cadeia em menos de um ano e ser enviado para Portugal. França, país onde vivia antes de ser detido, proibiu a sua entrada no território devido às ligações ao Estado Islâmico, escreve a revista Sábado.

Os restantes arguidos, Sanae Boughroum, mulher do português, Laila Haira e Saif Eddine, foram condenados a sete anos de cadeia pelos crimes de captação e doutrinamento para o terrorismo. 

Depois de ter cumprido quase três anos de prisão preventiva, restará a Fábio Almeida um ano de cadeia. No final deverá ser enviado para Portugal uma vez que França, onde vivia, terá proibido a sua entrada no território devido às ligações ao Daesh, avança a sábado

O português é natural dos Açores e imigrou com os pais para França aos nove anos. Em outubro de 2015 foi detido em Santa Cruz del Retamar, que fica no limite da região espanhola de Toledo.

Consigo estava também Sanae Boughroum, a mulher de ascendência marroquina que tinha conhecido na ‘net’ e com quem tinha casado recentemente.

De acordo com a investigação, os dois radicalizavam-se mutuamente pela internet e por telefone e planeavam viajar para a Síria ou para outro palco da jihad como a Líbia.

Fábio Almeida terá mesmo adotado um nome muçulmano e passava horas ao computador a ver imagens de propaganda terrorista. A Sábado dá conta de que as autoridades encontraram mais de 65 mil fotografias e vídeos de armas e decapitações.

Ler Mais

Iniciar Sessão
Esqueceu-se da sua password?

×
×

Subscreva a Newsletter do i

×

Pesquise no i

×