25/6/19
 
 
Quem alimenta pombos pode arriscar pena de prisão em Banguecoque

Quem alimenta pombos pode arriscar pena de prisão em Banguecoque

Dreamstime Jornal i 26/09/2018 13:08

"Há um risco para os seres humanos em lugares onde existe uma alta concentração de pombos"

As autoridades da capital tailandesa estão ponderar aplicar penas de prisão para as pessoas que alimentem pombos nas ruas.

O objetivo é prevenir a propagação de várias doenças, como a gripe das aves.

"Há um risco para os seres humanos em lugares onde existe uma alta concentração de pombos", sublinham as autoridades, citadas pela Reuters.

Em curso está já uma campanha que pretende capturar os animais e proibir a sua alimentação. Os infratores arriscam assim uma pena de prisão que pode ir até aos três meses, além de ficarem também sujeitos ao pagamento de uma multa.

A proibição de alimentar pombos não é nova, há já várias cidades com regras semelhantes, mas no geral não está prevista qualquer pena, muito menos uma que considere prisão.

Iniciar Sessão
Esqueceu-se da sua password?

×
×

Subscreva a Newsletter do i

×

Pesquise no i

×