20/6/21
 
 
Operação Marquês. Granadeiro acusa MP de ilegalidades e manipulação

Operação Marquês. Granadeiro acusa MP de ilegalidades e manipulação

José Sérgio Jornal i 21/09/2018 13:09

Argumentos foram utilizados no pedido de instrução

No pedido de abertura de instrução, Henrique Granadeiro acusou o Ministério Público (MP) de o manipular e de ilegalidade ao confrontá-lo com provas que ainda não estavam no inquérito e cuja forma como foram obtidas é desconhecida.

Alguns dos principais argumentos utilizados pelo antigo chairman da PT referem-se a provas nulas ou obtidas ilegalmente, violação dos direitos de defesa, conduta exemplar e ainda a uma interpretação errada por parte do MP relativamente às suas funções na PT.

Assim, através destes argumentos, Henrique Granadeiro pretende pedir a invalidez das acusações na Operação Marquês, assim como o despacho de não pronúncia.

O documento, a que a revista Sábado teve acesso, tem quase 200 páginas.

Granadeiro é arguido no processo Operação Marquês e está acusado de crimes de corrupção passiva, branqueamento e fraude fiscal qualificada, através de um conjunto de provas que dizem respeito a transferências bancárias de uma conta da ES Enteprises, na Suíça, para uma no Banco Piclet de que é titular. Segundo o antigo chairmain da PT estas foram obtidas de forma ilegal e, portanto, são nulas.

Ler Mais


Especiais em Destaque

Iniciar Sessão
Esqueceu-se da sua password?

×
×

Subscreva a Newsletter do i

×

Pesquise no i

×