21/11/18
 
 
Cinco empresas acusadas de cartel em concursos ferroviários

Cinco empresas acusadas de cartel em concursos ferroviários

DR Jornal i 14/09/2018 18:59

"Dois acordos restritivos da concorrência visando a fixação dos preços da prestação dos serviços e a repartição dos lotes constantes de um dos concursos" estão na base da acusação

A Autoridade da Concorrência (AdC) acusou cinco empresas de fixação de preços em concursos públicos públicos das Infraestruturas de Portugal (IF) em 2014 e 2015. A Mota-Engil, a Comsa, a Somague, a Teixeira Duarte e a Vossloh são as empresas sob acusação.

Em comunicado, a AdC afirma estas terão manipulado as propostas apresentadas nos concursos lançados pela IF, tendo celebrado "dois acordos restritivos da concorrência visando a fixação dos preços da prestação dos serviços e a repartição dos lotes constantes de um dos concursos".

Estes concursos tiveram como objetivo a prestação de serviços de manutenção de equipamento da rede ferroviária, entre o período de 2015 a 2017. 

"A AdC realizou diligências de busca e apreensão em instalações das empresas visadas e terceiras empresas, localizadas nas áreas de Grande Lisboa e Porto" devido ao processo aberto em outubro fruto da denúncia apresentada no âmbito da campanha de Combate ao Conluio na Contratação Pública, "junto de entidades adjudicantes e das entidades com funções de fiscalização e monitorização dos procedimentos de contratação pública".

 

Iniciar Sessão
Esqueceu-se da sua password?

×
×

Subscreva a Newsletter do i

×

Pesquise no i

×