14/11/18
 
 
Salários. Professores recebem mais 35% do que trabalhadores com curso superior

Salários. Professores recebem mais 35% do que trabalhadores com curso superior

DR Jornal i 11/09/2018 12:16

Porém, os docentes portugueses recebem menos do que a média dos países da OCDE

Os professores portugueses ganham mais 35% por mês do que os restantes trabalhadores nacionais com cursos superiores. Os dados são do relatório anual Education at a Glance que é esta terça-feira apresentado em Paris, avança o Público.

No entanto, quando comparado com os restantes professores dos países pertencentes à Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Económico (OCDE), os salários dos docentes portugueses aparecem abaixo da média.

Os professores portugueses que lecionam os 2.º e 3.º ciclos recebem, em média, mais 35% do que os restantes trabalhadores com formação superior. O único país em que a diferença salarial é superior é no Luxemburgo, onde os docentes auferem quase o dobro dos restantes trabalhadores. A Portugal e ao Luxemburgo junta-se a Grécia com uma vantagem salarial de 15% para os professores.

Em média, nos países da OCDE, os professores recebem menos 9% do que os restantes profissionais qualificados, aponta ainda o estudo.

 

Professores portugueses entre os que ganham menos

O pagamento dos salários dos professores começa logo abaixo da média no início da carreira. Anualmente um professor no início de carreira tem um salário previsto de 28.349 euros – o que corresponde a cerca de 2.000 euros mensais –, ficando abaixo da média da OCDE que é de 28.589 euros por ano.

No entanto a diferença torna-se mais evidente depois de 15 anos de carreira, quando um docente português passa a receber menos 3.700 euros do que a média. O professor português só consegue ultrapassar a média quando atinge o topo da carreira: passa a receber 56.401 euros, quando a média ronda os 51.000.

Iniciar Sessão
Esqueceu-se da sua password?

×
×

Subscreva a Newsletter do i

×

Pesquise no i

×