22/9/18
 
 
Costa garante que "o que competia ao Governo fazer está feito" relativamente a Tancos

Costa garante que "o que competia ao Governo fazer está feito" relativamente a Tancos

João Girão Jornal i 10/09/2018 12:21

António Costa foi questionado acerca das declarações de Rui Rio

António Costa disse esta segunda-feira que “o que competia ao Governo fazer está feito” relativamente a Tancos.

Depois de Rui Rio afirmar que está “politicamente provado que o Governo foi incapaz e não tem respostas para dar” acerca do roubo das armas do paiol de Tancos, os jornalistas questionaram o primeiro-ministro, à margem da inauguração da nova sede da Johnson & Johnson, em Oeiras, acerca das declarações do líder do PSD.

António Costa começou por dizer que a sua função é a de “verificar se havia ou não ameaça à segurança” e que a secretária-geral da Segurança Interna “deu garantias de que não havia qualquer risco para a segurança interna do país”.

“Depois, foi feito um trabalho de fundo importante que foi a recolocação de todas as munições e armamento que estavam em Tancos em novos armazéns securizados”, disse o primeiro-ministro, acrescentando ainda que “há outra dimensão que transcende o Governo e que tem a ver com a investigação criminal”.

António Costa terminou com a garantia de que não vê motivos para que “não haja confiança no Ministério Público”.

Iniciar Sessão
Esqueceu-se da sua password?

×
×

Subscreva a Newsletter do i

×

Pesquise no i

×