12/11/18
 
 
ZERO apela a reunião entre Espanha e Portugal sobre “situação crítica” do Tejo

ZERO apela a reunião entre Espanha e Portugal sobre “situação crítica” do Tejo

Jornal i 05/09/2018 12:31

A associação quer encontrar uma "solução” para o agravamento da qualidade da água

A associação ambiental portuguesa ZERO pediu, esta quarta-feira, uma “reunião urgente” entre os dois países da Península Ibérica, sobre a “situação crítica” que se verifica no rio Tejo. O objetivo é encontrar uma "solução” para o agravamento da qualidade da água.

De acordo com a associação, a "situação tem vindo a agravar-se" na zona de Perais (distrito de Castelo Branco) e na albufeira de Fratel (Portalegre), onde os registos de valores de oxigénio dissolvido na água registados têm estado abaixo dos limites mínimos. Em Perais, de acordo com a ZERO, os valores "refletem essencialmente a qualidade da água proveniente de Espanha".

A associação ambientalista considera que as "questões da qualidade da água têm de ser obrigatoriamente incluídas" na Convenção de Albufeira – um acordo entre Espanha e Portugal para aproveitar os rios transfronteiriços.

Em resposta aos baixos níveis de oxigénio na água, o governo português anunciou que ia endereçar um pedido a Espanha para que fosse libertada água de superfície nas barragens, justificando os resultados das análises o envio de água de profundidade das barragens espanholas que é menos rica em oxigénio.

A ZERO faz ainda referência aos níveis de azoto e fósforo e a quantidade de microalgas presentes na água, por exemplo.

Iniciar Sessão
Esqueceu-se da sua password?

×
×

Subscreva a Newsletter do i

×

Pesquise no i

×