25/9/18
 
 
Prioridade nas dívidas aos bombeiros é que não excedam “prazos aceitáveis”, diz ministro da Saúde

Prioridade nas dívidas aos bombeiros é que não excedam “prazos aceitáveis”, diz ministro da Saúde

João Girão Jornal i 03/09/2018 22:33

Liga dos Bombeiros Portugueses denunciou hoje que associações e corpos de bombeiros estão à beira de rotura. 

O ministro da Saúde, Adalberto Campos Fernandes, disse esta segunda-feira que a prioridade do Governo relativamente a supostas dívidas aos bombeiros voluntários é apenas a de garantir que não assumam “prazos para além daquilo que seja aceitável".

A Liga dos Bombeiros Portugueses denunciou, esta segunda-feira, que as associações e corpos de bombeiros estão à beira da rutura devido à falta de dinheiro por causa dos atrasos nos pagamentos do Ministério da Saúde, que rondam os cerca de 30 milhões de euros.

"Obviamente que a nossa prioridade é garantir que essas dívidas, a existirem, não assumem prazos para além daquilo que seja aceitável", disse o ministro da Saúde aos jornalistas, à margem da sessão de abertura do 46.º Congresso da Sociedade Internacional de História da Medicina, quando questionado sobre a denúncia das dívidas aos corpos de bombeiros feita hoje.

No entanto, o ministro referiu ainda que a tutela vai analisar “em detalhe quais são as entidades” e continuar a trabalhar nelas.

Iniciar Sessão
Esqueceu-se da sua password?

×
×

Subscreva a Newsletter do i

×

Pesquise no i

×