21/11/18
 
 
Arranque do ano escolar pode ser “um pouco condicionado”, admite PR

Arranque do ano escolar pode ser “um pouco condicionado”, admite PR

Mafalda Gomes Jornal i 30/08/2018 20:43

Marcelo Rebelo de Sousa admitiu, esta quinta-feira, que uma das suas principais preocupações com o próximo Orçamento do Estado se prende com o 'pulso de ferro' entre os professores e o Governo.

O Presidente da República assumiu hoje, à margem de uma visita à Festa do Livro do Palácio de Belém, que uma das suas principais preocupações neste momento com o próximo Orçamento do Estado (OE) está relacionada com a falta de entendimento entre o Governo e os professores.

No entanto, apesar da preocupação, Marcelo afirmou ter esperança que, ainda antes do OE2019, o Executivo chegue a acordo com os professores já no próximo mês de setembro. "Espero que seja possível encontrar, antes do debate do Orçamento do Estado, um caminho de diálogo com os professores e é importante que seja ainda durante o mês de setembro", afirmou o Presidente da República.

No que diz respeito ao próximo ano letivo, o chefe de Estado admite que possa existir alguma instabilidade inicialmente – não só pela falta de entendimento entre Executivo e professores, como o "atraso" da divulgação da lista de colocação dos professores.

"O ano letivo vai começando aos poucos. Admito que o arranque pode ser aqui e ali um pouco condicionado pela chegada dos professores e pela sua adaptação à escola onde chegam", avançou aos jornalistas ali presentes.

Recorde-se que, esta quinta-feira foram divulgadas as listas de colocação dos professores. 

 

Iniciar Sessão
Esqueceu-se da sua password?

×
×

Subscreva a Newsletter do i

×

Pesquise no i

×