20/11/18
 
 
World Trade Center. Autor do atentado apresenta queixa por violação dos direitos religiosos

World Trade Center. Autor do atentado apresenta queixa por violação dos direitos religiosos

AFP Photo Jornal i 29/08/2018 11:24

Ahmad Ajaj foi condenado a mais de 114 anos de prisão por ser o autor da explosão que ocorreu no World Trade Center a 26 de fevereiro de 1993 e que matou seis pessoas

 

O autor do atentado ao Word Trade Center, EUA, em 1993, que matou seis pessoas, foi condenado em 1999 a mais de 114 anos de prisão. Agora, decidiu apresentar uma queixa, que está a ser analisada em tribunal, contra as condições prisionais, uma vez que considera que os seus direitos religiosos estão a ser violados.

A queixa está a ser analisada pelo tribunal de Denver, desde terça-feira. O bombista Ahmad Ajaj acusa os funcionários da unidade prisional do Colorado denão lhe servirem refeições de acordo com a sua religião – muçulmana – e também por não lhe ter sido dado o acesso a sessões com um imã.

De acordo com Ahmad Ajaj, os animais utilizados nas refeições devem ser criados e mortos de acordo com as crenças muçulmanas. Ajaj também menciona na queixa que passou meses sem a visita de um líder espiritual, um imã.

Em 1999, Ahmad Ajaj foi condenado a mais de 114 anos de prisão por ser o autor da explosão que ocorreu no World Trade Center a 26 de fevereiro de 1993, que matou seis pessoas. Uma das vítimas mortais era uma grávida.

 

 

Iniciar Sessão
Esqueceu-se da sua password?

×
×

Subscreva a Newsletter do i

×

Pesquise no i

×