20/9/18
 
 
Ryanair. Greve poderá custar 33 milhões em indemnizações

Ryanair. Greve poderá custar 33 milhões em indemnizações

Pierre-Philippe Marcou Jornal i 28/08/2018 11:49

Em causa estão os atrasos e cancelamentos de voos durante as greves deste verão

Depois da greve de nove dias dos trabalhadores da Ryanair, a empresa poderá ter de pagar uma compensação de 33 milhões de euros a 120 mil passageiros que afetados pela falta de voos, contabiliza o portal Airhelp

Paloma Salmerón, diretora de comunicação global da plataforma, disse à Efe, que chegou o momento de compensar os milhares de passageiros “cujos planos de férias foram destruídos pela má gestão da companhia aérea nos últimos meses”. Para Salmerón, os atrasos e cancelamentos da Ryanair transformaram este verão “numa das mais caóticas [épocas] da história”.

Segundo a Agência Estatal de Segurança Aérea (AESA) espanhola, todos os passageiros cujo voo tenha sido cancelado menos de duas semanas antes, “independentemente do que tenha sido dito pela companhia”, deverão ser indemnizados pelos prejuízos causados num valor que vai dos 250 aos 600 euros. Esta informação foi reforçada antes e depois das greves da Ryanair que se realizaram em 25 e 26 de julho em Espanha, Portugal e Bélgica, a que se junta um protesto de 24 horas convocada pelos sindicatos italianos de pilotos e tripulantes, também para 25 de julho.

Iniciar Sessão
Esqueceu-se da sua password?

×
×

Subscreva a Newsletter do i

×

Pesquise no i

×