20/9/18
 
 
EUA. Overdoses em massa em parque junto à Universidade de Yale

EUA. Overdoses em massa em parque junto à Universidade de Yale

Twitter Maria Fernandes 17/08/2018 09:10

Num parque que se situa junto à Universidade de Yale, no Connecticut, Estados Unidos, várias pessoas sofreram overdoses em menos de 24h, suspeitando as autoridades de que várias vítimas tenham tomado K2 - uma droga sintética semelhante à canábis.

Na terça-feira à noite, as autoridades começaram a receber várias chamadas, informando de que algumas pessoas precisavam de assistência médica por overdose. Cerca de três horas e meia depois, mais 18 pessoas sofreram de overdoses. Pelas 22h do mesmo dia, os serviços de emergência já tinham assistido 76 pessoas suspeitas de sofrerem de overdose mesmo junto ao parque New Haven Green – muito perto da Universidade de Yale.

“Os corpos iam caindo literalmente em várias zonas do parque, suspeita-se de overdoses”, descreveu um jornalista que se encontrava no local ao Telegraph. “Nunca vi nada como isto a acontecer.”, acrescentava.

De acordo com as autoridades norte-americanas, há suspeitas de que as overdoses tenham ocorrido após o consumo de K2 – uma droga sintética semelhante à canábis. Depois de uma análise detalhada, as autoridades confirmaram que se tratava de K2 puro, indica a NBC Connecticut.

Contudo, apesar das confirmações, há ainda algumas amostrar por analisar.

“Não venham até ao Green para comprar este K2. Está a deixar as pessoas inconscientes muito rapidamente, estão a ficar com problemas respiratórios. Não ponham a vossa vida em risco”, alertou Anthony Campbell, chefe da polícia de New Haven, citado pelo canal local WVIT-TV.

No total, dos 76 pedidos de ajuda, 71 pessoas foram transportadas para o hospital, e duas encontram-se em estado grave.

Até ao momento, não há conhecimento de vítimas mortais.

Várias testemunhas que se encontravam no parque explicaram que algumas pessoas iam caindo inconscientes no chão, outras vomitavam, estavam nauseadas ou apáticas.

“Estou extremamente grato pela rapidez e eficiência daqueles que deram a primeira resposta, que ajudaram a reanimar, transportar e a salvar estas vítimas”, disse em comunicado Toni Harp, mayor do Connecticut, citado pelo The Independent.

De acordo com o New York Times, as autoridades já detiveram duas pessoas suspeitas de estarem ligadas às overdoses, uma vez que ambas tinham consigo K2, tendo sido acusados de posse de droga.

 

 

 

 

Iniciar Sessão
Esqueceu-se da sua password?

×
×

Subscreva a Newsletter do i

×

Pesquise no i

×