19/11/18
 
 
Depois de 17 dias, orca deixa de carregar cria morta

Depois de 17 dias, orca deixa de carregar cria morta

Facebook Jornal i 13/08/2018 16:28

A mãe conseguiu percorrer cerca de 1.600 quilómetros com a cria na dorsal

Ao 17º dia, a orca que nadava, ao largo da Ilha de Vancouver (Canadá), com a carcaça da cria morta às costas deixou de a carregar. De acordo com os cientistas que estavam a acompanhar o fenómeno, em declarações à BBC, a mãe conseguiu percorrer cerca de 1.600 quilómetros com a cria na dorsal.

De acordo com o Centro de Pesquisa de Baleias à BBC, “a carcaça está provavelmente no fundo das águas que rodeiam a ilha”, assim  os investigadores“podem não conseguir fazer a autopsia da cria”, uma vez que a causa da morte desta não tinha sido apurada.

Ken Balcomb, cientista do Centro de Pesquisa de Baleias, que estuda a zona abrangente dos mares que rodeiam a Ilha de Vancouver afirmou:  “É provável que na última década ela tenha perdido mais duas. É muito trágico para estes animais perderem os bebés, e isso é cada vez mais comum acontecer".

Estes animais são considerados uma espécie em vias de extinção.

Só um terço das orcas nesta região conseguiu sobreviver depois do nascimento. Também ao nível da gravidez, as orcas têm dificuldade em dar à luz. Nos últimos três meses nenhuma gravidez verificada na região foi bem-sucedida, revelou o Centro de Pesquisa de Baleias.

 

 

Iniciar Sessão
Esqueceu-se da sua password?

×
×

Subscreva a Newsletter do i

×

Pesquise no i

×