21/9/18
 
 
José Paulo do Carmo 10/08/2018
José Paulo do Carmo

opiniao@newsplex.pt

O meu amigo Gonçalo Rocha

Os amigos não são aqueles que concordam sempre com tudo, mas sim os que mesmo não concordando (desde que não fira os seus valores) se mantêm ali firmes nos momentos mais difíceis

Há pessoas que passam anos sucessivos ao nosso lado e não representam nada para nós. Existem os que nos são muito próximos e depois deixa de haver “aquela” química e os que passam cá uma temporada e depois vão embora sem deixar saudades. Os que nos desiludem e os que de grandes companheiros passam a grandes adversários sem percebermos bem porquê. Como se na vida tivéssemos sempre que escolher um lado e se, quando as pessoas se chateiam, tivessem de ser proporcionalmente tão intensas no rancor e na vingança como no que davam na amizade. De grandes amigos tornam-se os maiores inimigos.

O inverso também sucede, felizmente. Pessoas com quem não simpatizámos à primeira vista, algumas com quem embirrávamos ou tivemos algum atrito que deixou “faísca” e que vêm a revelar-se fantásticos. Alguns tornam-se mesmo muito próximos.

O Gonçalo não encaixa em nenhum destes tipos. Conheci-o há cerca de 15 anos quando ele era um dos donos (juntamente com o irmão João) do Kremlin e da Kapital, duas das melhores discotecas de Portugal, pertencentes ao famoso Grupo K. Nessa altura, eu era apenas um miúdo que queria ter acesso às melhores festas e que tinha a ambição de poder produzir coisas diferentes, conceitos temáticos que pudessem proporcionar aos meus amigos e às pessoas que me rodeavam noites de verdadeira diversão e magia. Foi assim que fui parar ao primeiro concurso de relações públicas feito por cá. Foi no mítico espaço do Konvento, por entre estátuas de monges e cavaleiros em gesso, que fiz a minha primeira festa. A amizade começou precisamente aí, um pouco a reboque da admiração.

Desde esse dia que fizemos vários projetos em conjunto. Reabrimos a Kapital (na altura era o meu projeto de sonho), idealizámos o projeto do WonderKlub e alguns outros. Estivemos mais próximos e mais longe. Soubemos estar em lados diferentes da “barricada” sem confundirmos amizade com empenho profissional. Um pouco, como no futebol, o Vieira e o Jesus, “fomos sempre falando” e, ao contrário do Talisca no Benfica, nunca falámos mal do que ficou para trás. Isso tornou a nossa amizade diferente - uma relação que a própria rivalidade Benfica-Sporting ajuda a apimentar. Não é o único, é como o Gonçalo Barreto do Jezebel: são amigos que sabem receber de forma especial, que se preocupam verdadeiramente e não descuram os pormenores.

Os amigos não são aqueles que concordam sempre com tudo, mas sim os que mesmo não concordando (desde que não fira os seus valores) se mantêm ali firmes nos momentos mais difíceis. São os que aparecem com uma palavra amiga e que não desaparecem quando importa. Os que fazem a crítica construtiva. Que estão ali. Os “outros” são os que se aproximam quando estamos bem e são os primeiros a dar um pontapé quando estamos em baixo. Por vezes é bom passarmos por fases difíceis para percebermos quem são uns e outros. É engraçado ver o que 15 anos fizeram em nós. No Gonçalo, sem dúvida para melhor. Depois da tempestade vem a bonança, dizem. Eu acredito que sim. Que projetos que estão na calha irão concretizar-se e que serão o sucesso a que sempre nos habituaram. Afinal de contas, não é qualquer um que se mantém há 30 anos no topo seja de que negócio for. E se têm o dom de fazer espaços mágicos, mal posso esperar pelo próximo.

Eu, da minha parte, só desejo que, seja onde for, nunca perca a oportunidade de continuar a ter aqueles momentos de conversa, de desabafo e de gargalhadas, de animação e de verdadeira amizade a ver o nascer do sol. Não o troco por nada. Ali os três a falar do passado, do presente, do futuro. De histórias contadas e das por contar. Das saudades de alguns amigos aos projetos que hão de vir. Das recordações, da alegria de estarmos juntos. Eu, ele e o Vítor. Que seja sempre assim.

Iniciar Sessão
Esqueceu-se da sua password?

×
×

Subscreva a Newsletter do i

×

Pesquise no i

×