14/8/18
 
 
Helicóptero da Proteção Civil avariou no combate ao fogo

Helicóptero da Proteção Civil avariou no combate ao fogo

Patrícia de Melo Moreira / AFP Rosa Ramos 09/08/2018 22:44

Meio aéreo saiu de Monchique, anteontem ao final da tarde, rebocado por um camião

A imagem animou os turistas que anteontem ao final da tarde já se começavam a instalar outra vez nas esplanadas do centro de Monchique: um helicóptero da Autoridade Nacional de Proteção Civil (ANPC) avariou e precisou de ser rebocado, por via terrestre, para fora da vila.

O momento insólito foi presenciado pelo i, que questionou a ANPC sobre uma eventual avaria num dos meios aéreos que integram o dispositivo de combate aos fogos. No entanto, o gabinete de imprensa da ANPC negou taxativamente que tivesse havido qualquer anomalia ou que algum helicóptero tivesse abandonado Monchique por via terrestre.

Só que esta versão acabaria por ser alterada. Ontem, já depois de, no terreno, o i ter recolhido mais informações sobre o caso junto de fontes dos bombeiros e da Câmara Municipal de Monchique, a ANPC admitiu que, afinal, a situação aconteceu mesmo e há um helicóptero que estava no combate aos incêndios que avariou.

“No dia 7 de Agosto, o HEBL46-H46, sediado no centro de meios aéreos de Ourique, ficou inoperativo às 16h35, devido a uma avaria na pá, tendo aterrado no centro de meios aéreos de Monchique”, explicou, afinal, a Proteção Civil. O helicóptero foi substituído horas depois, já de madrugada, por um outro. E, quanto ao avariado, “acabou por ser transportado no dia 8 de Agosto [anteontem] por via terrestre para o aeródromo de Cascais, em Tires, para reparação, uma vez que o problema da pá comprometia a segurança de um regresso em voo”. 

Quanto ao facto de, anteontem, ter afirmado ao i taxativamente que nenhum helicóptero sofrera qualquer espécie de avaria, a ANPC tem uma explicação: é que o i perguntou se algum meio aéreo da Proteção Civil teria avariado. E a aeronave com problemas, explica o gabinete de imprensa, “pertence à Heliportugal [uma das empresas que fornece helicópteros ao Estado, alugadas, já que o Estado tem menos de uma dezena de meios aéreos próprios]. Além disso, continua a ANPC, o meio aéreo que o i avistou no reboque já não integrava o dispositivo de combate desde a véspera, altura em que terá acontecido a avaria.

“O helicóptero transportado por via terrestre já não fazia parte do dispositivo aéreo da ANPC”, lê-se na explicação do gabinete de imprensa.

Estas respostas só chegaram ao i depois de a Proteção Civil  ter sido confrontada, ontem, com o facto de a jornalista que tem estado no terreno ter, entretanto, recolhido a informação de que o helicóptero teria sofrido uma avaria numa das pás e ter informado que fontes dos bombeiros viram a aeronave a ser intervencionada na pista de Monchique.

Iniciar Sessão
Esqueceu-se da sua password?

×
×

Subscreva a Newsletter do i

×

Pesquise no i

×