21/11/18
 
 
Guardiola: "Neste momento o City é Bernardo Silva e mais dez!"

Guardiola: "Neste momento o City é Bernardo Silva e mais dez!"

Bruno Venâncio 06/08/2018 15:24

Treinador espanhol rendido ao internacional português após o triunfo sobre o Chelsea na Supertaça (2-0)

A grande figura da Supertaça inglesa foi Aguero, que apontou os dois golos com que o Manchester City bateu o Chelsea (2-0), mas foi um português a receber os mais rasgados elogios do treinador dos citizens: Bernardo Silva. Para Pep Guardiola, neste momento, o City "é Bernardo e mais dez".

"A época é longa e o mais importante é o que os jogadores mo demonstrem durante os 11 meses, mas nesta altura ele está bem acima dos restantes colegas. A sua exibição foi fenomenal", realçou o técnico espanhol. E completou a ideia: "O Bernardo é inteligente, é um lutador, um competidor. Creio que é o jogador mais querido na nossa equipa e hoje voltou a demonstrar-me porquê. Chegou há poucos dias de férias e já mostrou um monte de coisas. Hoje ganhámos ao Chelsea por muitas razões, mas uma delas foi Bernardo Silva."

Neste encontro, o internacional português jogou como médio interior, ao contrário da maioria das partidas que efetuou na época passada, onde foi utilizado mais descaído para uma ala. Fez, pode dizer-se, de David Silva, que ainda não foi opção nesta partida, conseguindo uma assinalável percentagem de acerto de passes (acertou 36 em 41 - 86 por cento): foi dele, de resto, a assistência para o segundo golo de Aguero. Com esse passe decisivo, de resto, já se pode gabar de ter feito pelo menos um passe para golo em todas as competições que disputou pelo City (campeonato, taça, Taça da Liga, Supertaça e Liga dos Campeões).

Contratado na época passada ao Monaco, a troco de 50 milhões de euros (mais objetivos), Bernardo Silva fez 53 jogos, nove golos e 11 assistências na primeira temporada ao serviço dos citizens - foi o jogador que mais partidas disputou pelo City, embora não tivesse conquistado a titularidade indiscutível (28 vezes titular e 25 como suplente utilizado). Durante a época, e apesar de não lhe conceder um lugar fixo no onze, Guardiola chegou a dizer isto: "Das vezes em que jogou foi top. Eu vou ficar aqui muito tempo e enquanto assim for, ele não sai para lado nenhum, estará comigo." E a história de amor continua.

Iniciar Sessão
Esqueceu-se da sua password?

×
×

Subscreva a Newsletter do i

×

Pesquise no i

×