13/11/18
 
 
Laboratório Militar disponível para produzir canábis medicinal

Laboratório Militar disponível para produzir canábis medicinal

Shutterstock Jornal i 06/08/2018 11:36

Esta instituição do Exército garantiu ter “flexibilidade” para cumprir a legislação

O Laboratório Militar de Produtos Químicos e Farmacêuticos (LMPQP) está disponível para começar a produzir canábis medicinal, após ter entrado em vigor, na quarta-feira passada, a lei que legaliza o consumo medicinal da planta.

De acordo com a notícia avançada pelo Jornal de Notícias, esta instituição do Exército garantiu ter “flexibilidade” para cumprir a legislação. Pode ler-se no Decreto nº 218/ XIII, 4º artigo, que “ o Laboratório Militar pode contribuir para a produção de medicamentos, preparações e substâncias à base da planta de canábis”. Segundo o mesmo jornal, isto acontece para que os doentes possam adquirir medicamentos com base na canábis a preços mais acessíveis, como acontece na Holanda e Itália, por exemplo.

O laboratório admite dispor de instalações próprias para a produção da planta.

O Jornal de Notícias avança, ainda, que apesar de ter sida aprovada a lei, ainda há medidas a serem regulamentadas pelo Infarmed, como “quais os medicamentos, preparações e substâncias à base da planta da canábis” que estão em condições para serem utilizadas “para fins terapêuticos e medicinais”, conforme o artigo número 11. O Infarmed pode ainda limitar quais as especialidades médicas que podem prescrever este tipo de medicamentos.

O Laboratório Militar de Produtos Químicos e farmacêuticos produz metadona desde 1999.

 

Iniciar Sessão
Esqueceu-se da sua password?

×
×

Subscreva a Newsletter do i

×

Pesquise no i

×