19/11/18
 
 
Pena de morte "é inadmissível", diz a Igreja Católica

Pena de morte "é inadmissível", diz a Igreja Católica

AFP Jornal i 02/08/2018 13:14

O Papa sublinha a total rejeição desta prática “inadmissível”, no número 2267 do Catecismo

O Papa Francisco deu a ordem, esta quinta-feira, para a alteração do número do Catecismo da Igreja Católica que diz respeito à pena de morte. Com esta alteração, o Papa sublinha a total rejeição desta prática “inadmissível”.

Pode, agora, ler-se no Catecismo: “A Igreja ensina, à luz do Evangelho, que a pena de morte é inadmissível, porque atenta contra a inviolabilidade e dignidade da pessoa, e empenha-se com determinação a favor da sua abolição em todo o mundo”.

Nesta nova alteração, é mencionado o facto de esta prática ter sido considerada como um recurso “adequado à gravidade de alguns delitos e um meio aceitável, ainda que extremo, para a tutela do bem comum” por parte das autoridades.

“Hoje vai-se tornando cada vez mais viva a consciência de que a dignidade da pessoa não se perde, mesmo depois de ter cometido crimes gravíssimos. Além disso, difundiu-se uma nova compreensão do sentido das sanções penais por parte do Estado”, pode ler-se no documento.

A Igreja Católica apela, assim, ao desenvolvimento de “sistemas de detenção mais eficazes, que garantem a indispensável defesa dos cidadãos sem, ao mesmo tempo, tirar definitivamente ao réu a possibilidade de se redimir”.

Iniciar Sessão
Esqueceu-se da sua password?

×
×

Subscreva a Newsletter do i

×

Pesquise no i

×