21/9/18
 
 
Ex-diretor da campanha de Donald Trump acusado de fraude e evasão fiscal

Ex-diretor da campanha de Donald Trump acusado de fraude e evasão fiscal

Mark Wilson Jornal i 01/08/2018 08:31

Este é o primeiro julgamento que resulta da investigação de Mueller acerca de possíveis conluios entre a campanha de Donald Trump e a Rússia.

O ex-diretor de campanha de Donald Trump foi acusado na passada terça-feira de organizar um plano milionário para fugir ao pagamento de impostos dos EUA. Paul Manafort terá conduzido mais de 60 milhões de dólares (51 milhões de euros) da sua consultoria política na Ucrânia para contas ‘offshore’.

De acordo com uma notícia avançada pela agência Lusa, Manafort, que estava detido há quase dois meses, falsificou documentos, criou falsos empréstimos e mentiu ao contabilista.

Todas as receitas obtidas foram utilizadas pelo ex-diretor da campanha de Donald Trump para despesas pessoais e para pagar uma vida de luxo. Entre os exemplos está um relógio de 21 mil dólares (18.000 euros) e mais de seis milhões de dólares (5,1 milhões de euros) pagos em dinheiro na compra de imóveis.

"Um homem neste tribunal acreditava que a lei não se aplicava a ele, nem a lei tributária, nem a lei bancária",disse o procurador Uzo Asonye, acerca das provas reunidas pela equipa do procurador especial Robert Mueller.

Este é o primeiro julgamento que resulta da investigação de Mueller acerca de possíveis conluios entre a campanha de Donald Trump e a Rússia.

Iniciar Sessão
Esqueceu-se da sua password?

×
×

Subscreva a Newsletter do i

×

Pesquise no i

×