18/11/18
 
 
Catarina Martins garante que pedido de demissão de Robles foi para "reforçar as lutas" do BE

Catarina Martins garante que pedido de demissão de Robles foi para "reforçar as lutas" do BE

Miguel Silva Jornal i 31/07/2018 17:52

A líder do BE falou ainda acerca das negociações do Orçamento de Estado para 2019

Catarina Martins disse esta terça-feira que o pedido de demissão de Ricardo Robles foi apenas para “reforçar o Bloco de Esquerda” e as “suas lutas”.

Em conferência de imprensa, Catarina Martins disse que a demissão de Robles "foi um pedido de demissão feito para reforçar o Bloco de Esquerda, reforçar as suas lutas essenciais em Lisboa e no país”, acrescentando ainda que Manuel Grilo, substituto de Robles no cargo de vereador da Câmara Municipal de Lisboa, será “tão combativo” quanto o ex-autarca foi.

Depois do Presidente da República ouvir esta terça-feira o Bloco de Esquerda, em Belém, Catarina Martins garante que as negociações do Orçamento de Estado estão a demorar mais relativamente “ a anos anteriores”, considerando ainda que há “matérias importantes a resolver”, entre elas “o investimento público e o investimento na saúde”.

Além disso, a líder do BE afirma ainda que o partido tem preocupações sobretudo com o caso das pensões e das carreiras contributivas muito longas, para que se possam reformar sem ver as suas pensões penalizadas. De parte não ficam os professores e o IVA da eletricidade.

Questionada se o BE poderá votar contra a aprovação do Orçamento de Estado para 2019, Catarina Martins garante que “não tem muito sentido debater sentidos de voto quando se está a trabalhar no Orçamento.”, relembrando que ainda estão a decorrer negociações.

Iniciar Sessão
Esqueceu-se da sua password?

×
×

Subscreva a Newsletter do i

×

Pesquise no i

×