17/11/18
 
 
Taj Mahal está coberto de dejetos de insetos e marcas de poluição

Taj Mahal está coberto de dejetos de insetos e marcas de poluição

AFP Jornal i 24/07/2018 17:39

O Supremo Tribunal indiano ameaçou o Governo: “ou restauram ou demolem”

O Supremo Tribunal indiano ordenou a restauração do Taj Mahal . Segundo o órgão supremo, o edifício emblemático está repleto de vestígios de poluição e dejetos de insetos.

Segundo a BBC, tanto o Governo estatal como o federal são acusados de serem responsáveis pela visível degradação do monumento. O Supremo Tribunal está preocupado, desde maio, com a possibilidade do edifício de 400 anos “sofrer uma preocupante mudança de cor” devido aos fatores que ameaçam a estrutura. E este fenómeno já está a começar a ser visível: O tribunal revelou à BBC que o famoso túmulo, construído a partir de mármore branco, tornou-se amarelo, continuando a escurecer para castanho e verde, dependendo das zonas.

O Supremo Tribunal chegou mesmo a ameaçar o governo: “ou restauram ou demolem” o edifício, visto que os avisos feitos em maio não tinham resultado em nada.

O Taj Mahal atrai cerca de 70.000 turistas por dia. O Supremo Tribunal mostra-se também preocupado com o impacto do óleo das mãos e o suor humano, que ajudam à descoloração do interior. No entanto, estes não são os principais fatores que levam este órgão soberano a exigir a restauração do monumento.

O Governo afirma que já formou um comité para prevenir a poluição em redor do edifício. Entretanto, já se começaram a sentir os efeitos de algumas das medidas sugeridas por este grupo, como o fecho de algumas fábricas perto do monumento para prevenir a emissão de gazes e líquidos poluentes. No entanto, o estado de degradação do monumento continua a evoluir.

Um dos problemas continua a ser os esgotos que passam por perto, atraindo vários insetos - daí os dejetos de insetos nas paredes do monumento. Os excrementos são esfregados para que saiam das paredes do Taj Mahal, mas a erosão danifica o brilho do mármore - seria preciso uma limpeza frequentepara manter o edifício com o seu aspeto original, algo que seria trabalhoso.

O Supremo Tribunal insiste no fecho de mais fábricas nas redondezas, na instalação de áreas verdes, na redução do fluxo rodoviários nas imediações do edifício, na limpeza do rio Yamuna, que passa perto do monumento, e na redução do fluxo diário de turistas para 40.000 diários.

Iniciar Sessão
Esqueceu-se da sua password?

×
×

Subscreva a Newsletter do i

×

Pesquise no i

×