17/11/18
 
 
Se pesquisar por "idiot" no Google vai encontrar Trump

Se pesquisar por "idiot" no Google vai encontrar Trump

Jornal i 19/07/2018 12:06

Foi a primeira vez que ativistas conseguiram manipular o algoritmo do Google para atacarem o chefe de Estado norte-americano

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, diz ser um "génio" e ter um elevado IQ, mas o algoritmo de pesquisa do Google parece discordar. Se pesquisar por "idiot" no motor de pesquisa, as primeiras imagens com que se deparará terão a cara do chefe de Estado norte-americano. 

Ainda que Trump se destaca nas imagens encontradas, não foi o único a aparecer nelas. Albert Einstein, laureado com o prémio Nobel de Física em 1921, também aparece, ainda que a generalidade das pessoas não se lhe refiram como sendo "idiota". Robert De Niro também aparece, mas apenas por já ter chamado "idiota" ao presidente norte-americano. 

Como qualquer algoritmo, e o do Google não é excepção, pode ser manipulado. Foi o que parece ter acontecido desde que Trump visitou o Reino Unido, com milhares de pessoas a marcharem nas ruas em protesto pela sua visita. Activistas informáticos uniram-se para avançarem com uma campanha digital contra o líder dos Estados Unidos, tentando colocar a música "American Idiot", dos Green Day, em primeiro lugar na tabela do Google. Falharam, mas, por acaso, conseguiram colocar o algoritmo do Google a apresentar Trump quando se pesquisa por "idiot". 

Não é a primeira vez que o algoritmo do Google é manipulado e o feitiço pode ter-se virado contra o feiticeiro. A campanha eleitoral das presidenciais norte-americanas de 2016 ainda estavam ao rubro quando qualquer pesquisa com a palavra "violador" direccionada as pessoas para imagens do antigo presidente dos Estados Unidos, Bill Clinton, marido da então candidata presidencial democrata e adversária direta de Trump, Hillary Clinton. 

Iniciar Sessão
Esqueceu-se da sua password?

×
×

Subscreva a Newsletter do i

×

Pesquise no i

×