19/11/18
 
 
Tripulação de avião salva Buldogue

Tripulação de avião salva Buldogue

Facebook Jornal i 12/07/2018 14:22

A cadela tem três anos e estava a ter dificuldades em respirar

Num voo doméstico entre a Flórida e Massachusetts (EUA), viajava uma buldogue francesa chamada Darcy que a meio da viagem ficou dificuldades respiratórias. A cadela tem três anos e foi assistida por dois comissários de bordo e sobreviveu ao susto.

Darcy terá ficado com a língua e gengivas azuis, o que acontece quando os cães têm dificuldades respiratórias. Dois comissários de bordo repararam no estado da cadela e apareceram imediatamente com uma máscara de oxigénio. Numa entrevista à ABC, um dos comissários disse nunca ter “visto nada como isto”. “Estava a passar pela cabine para falar com um passageiro quando reparei que estava um cão dentro de uma caixa, que parecia não estar bem”, explicou acrescentando que é possível que Darcy tenha até “desmaiado”.

A dona de Darcy já agradeceu à tripulação, numa carta à empresa que foi publicada no Facebook. “Todos somos afetados pela mudança de pressão da cabine e circulação do oxigénio: humanos, cães, gatos, etc... Mas o fato de os assistentes de bordo serem recetivos e atentos à situação pode ter salvado a vida de Darcy", escreveu.

"Coloquei a máscara sobre o rosto dela e, em poucos minutos, ela ficou melhor e não quis mais", descreve a dona. "Eu acredito que os comissários de bordo Renaud e Diane salvaram uma vida."

Darcy já se encontra “totalmente recuperada”. A raça buldogue é conhecida por ter várias complicações relativas ao sistema respiratório.

Iniciar Sessão
Esqueceu-se da sua password?

×
×

Subscreva a Newsletter do i

×

Pesquise no i

×