18/7/18
 
 
Sporting. Fuga dos agressores teve ajuda de funcionário

Sporting. Fuga dos agressores teve ajuda de funcionário

Jornal i 12/07/2018 09:21

O Ministério Público acusa Bruno Jacinto de ter ajudado Nuno Torres no plano de fuga dos responsáveis da Juve Leo

A fuga dos responsáveis da Juve Leo da academia de Alcochete no dia das agressões aos jogadores e equipa técnica do Sporting foi auxiliada por Bruno Jacinto, funcionário do Sporting que desde 2017 faz a ligação entre o clube e os adeptos, nomeadamente as claques.

Segundo a acusação do Ministério Público, descrita nos mandatos de detenção, Bruno Jacinto terá levado Nuno Torres no seu carro pessoal até ao BMW utilizado na fuga de alguns elementos do grupo, como Fernando Mendes, e que estava estacionado a poucos quilómetros.

Bruno Jacinto exerce este cargo desde 2017, data em que substituiu Geraldes, e não tem sido visto na Academia do Sporting nas últimas semanas, avança o Correio da Manhã. O funcionário já foi constituído arguido do processo.

Esta quarta-feira o tribunal do Barreiro ouvi oito novos arguidos, tendo no final do interrogatório sido decretada prisão preventiva. São já 36 os arguidos deste processo a quem foi decretada essa medida de coação.

Iniciar Sessão
Esqueceu-se da sua password?

×
×

Subscreva a Newsletter do i

×

Pesquise no i

×