18/9/18
 
 
Jovem iraniana detida por dançar no Instagram

Jovem iraniana detida por dançar no Instagram

Twitter Jornal i 09/07/2018 11:48

Por não ter utilizado o véu obrigatório, a jovem foi acusada de violar as “normas morais”

Tem 18 anos, publicou vídeos a dançar na sua conta de Instagram e foi detida pela polícia iraniana. Maedeh Hojabri acabou por admitir, na televisão estatal do Irão, ter violado as “normas morais” por não usar o véu obrigatório na República Islâmica em alguns dos vídeos.

“Eu tinha alguns seguidores e esses vídeos eram para eles. Eu não tinha nenhuma intenção de encorajar os outros a fazer o mesmo”, explica Maedeh. “Eu não trabalhei com uma equipa, nunca tive treinos. Eu só faço ginástica”, garante.

Nos mais de 300 vídeos que Maedeh publicou na sua conta de Instagram, a jovem aparecia a dançar música pop iraniana e ocidental sem o véu islâmico. Segundo a lei do Irão, é proibido dançar com membros do sexo oposto em público, já das restrições das roupas femininas que existem naquele país.

 

A detenção já está a provocar uma onda de solidariedade nas redes sociais e são já vários as publicações que apoiam a jovem.. Masih Alinejad, jornalista e ativista iraniana, publicou no twitter, em forma de protesto, um vídeo em que aparecia a dançar. “Eu danço num parque público para apoiar Maedeh de 18 anos que foi presa por dançar”, escreveu.

 

Também o blogger Hossein Ronaghi criticou a atitude da polícia num dos vídeos da jovem. "Se você disser às pessoas em qualquer lugar do mundo que raparigas de 17 e 18 anos são presas pela sua dança, felicidade e beleza sob acusação de espalhar indecência enquanto violadores infantis e outros estão livres, elas vão rir! Porque é inacreditável!", disse Ronaghi.

Para além de Maedeh, outras três pessoas foram detidas pelas mesmas razões e a polícia iraniana pretende encerrar contas de Instagram com conteúdos semelhantes ao da jovem. O Instagram era a única plataforma em que os iranianos poderiam utilizar, uma vez que o Facebook, o Youtube e o Twitter foram estão bloqueados pelas autoridades.

Também em 2014, um grupo de iraniano foi chicoteado por ter publicado uma vídeo a dançar a música Happy, de Pharell Williams, pelas ruas.

Iniciar Sessão
Esqueceu-se da sua password?

×
×

Subscreva a Newsletter do i

×

Pesquise no i

×