19/9/18
 
 
Monteiro sondado para o PSL

Monteiro sondado para o PSL

08/07/2018 14:28

Santana recusa a ideia de que não tem futuro político e lembra que Marcelo foi eleito com mais idade do que ele tem agora.

Manuel Monteiro foi sondado por pessoas do círculo de Santana Lopes para aderir a um novo partido. O ex-líder do CDS foi questionado sobre se, no caso de Pedro Santana Lopes avançar com a criação de um novo partido, estaria disponível para alinhar com o ex-líder do PSD.

Monteiro, que não se mostrou disponível para aderir a um novo projeto político, confirma que a «título informal» foi questionado sobre essa possibilidade e faz questão de esclarecer que não foi Pedro Santana Lopes a contactá-lo. Curiosamente, Manuel Monteiro tem um percurso semelhante àquele que Santana Lopes admite agora percorrer. Saiu do CDS, em 2003, para criar o Partido da Nova Democracia (PND). O projeto de centro-direita acabou por não ter sucesso e Manuel Monteiro abandonou a política ativa. «Não quer dizer que no futuro outros projetos não possam ter sucesso. Tudo depende  das circunstâncias e dos protagonistas». 

Pedro Santana Lopes admitiu sair do PSD para criar um novo partido. Ainda não esclareceu, porém, quando é que vai formalizar a desfiliação e se o seu futuro passa mesmo pela criação de um novo projeto. No seu habitual comentário, na SIC, esta terça-feira, Santana voltou a garantir que a relação com o PSD acabou, mesmo que tenha sido «doloroso» chegar a essa conclusão. 

Rui Rio, que disputou a liderança com Santana, foi dos primeiros a saber da decisão. Claudicou-o como «um militante especial» e um ativo que o partido perde. «O dr. Santana Lopes faz parte da história do PSD e faz parte muito mais por bons episódios e bons motivos do que por motivos menos bons, isso é absolutamente inquestionável. Portanto é, como agora se diz, um ativo que o partido perde, se ele sair». 

Marques Mendes foi mais longe e desaconselhou Santana a deixar o partido. O comentador arrasou a ideia de um novo partido. «Pedro Santana Lopes é tudo menos novidade. Está há 40 anos na vida política. Não tem nada de novo a oferecer. Nem nas ideias nem nos comportamentos». No seu comentário, na SIC, Mendes garantiu que «se sair, Pedro Santana Lopes não arrastará consigo nenhuma figura relevante do PSD. E eleitores também estamos para ver». Santana respondeu-lhe com o exemplo de Marcelo e Costa. «António Costa está há 43 anos na política, Marcelo Rebelo de Sousa começou com 20 anos e foi eleito Presidente aos 67». 

Pedro Santana Lopes fez 62 anos há uma semana e há quem garanta que, desta vez, quer mesmo avançar com um novo projeto político. 

Iniciar Sessão
Esqueceu-se da sua password?

×
×

Subscreva a Newsletter do i

×

Pesquise no i

×