17/11/18
 
 
Instituição de caridade de Madre Teresa de Calcutá acusada de vender crianças

Instituição de caridade de Madre Teresa de Calcutá acusada de vender crianças

AFP 05/07/2018 19:34

Instalações são geridas pelo Estado indiano

As autoridades indianas divulgaram, esta quinta-feira, que uma mulher que trabalhava na instituição de caridade de Madre Teresa de Calcutá (Mother Teresa's Missionaries of Charity) foi presa por ter tentado vender um bebé de 14 dias.

Segundo a BBC, esta situação já aconteceu algumas vezes. 

Para além desta mulher, mais dois funcionários foram detidos e estão a ser questionados sobre casos semelhantes. A polícia chegou ao local após o Child Welfare Committee, que tem como objetivo a proteção dos direitos das crianças, ter apresentado uma queixa.

A polícia disse à BBC ter descoberto “outros bebés foram também vendidos ilegalmente através da instituição” e que conseguiram “obter os nomes das mães destes bebés e estão a investigar mais sobre o caso”.

As autoridades indianas apreenderam ainda 140,000 rupias (cerca de 4 mil euros).

A BBC já contactou a instituição para comentar o caso, mas não obteve resposta.

A instituição de caridade de Madre Teresa de Calcutá é gerida pelo estado indiano e também tem centros que tratam de mulheres grávidas que não estão casadas, algo muito polémico na cultura indiana.

Iniciar Sessão
Esqueceu-se da sua password?

×
×

Subscreva a Newsletter do i

×

Pesquise no i

×