16/08/2022
 
 
Ciberguerra. Hamas engata soldados israelitas

Ciberguerra. Hamas engata soldados israelitas

AFP Jornal i 04/07/2018 16:38

Israel acusa o Hamas de ter criado duas aplicações para engatar soldados israelitas para aceder aos seus telemóveis

As Forças de Defesa de Israel (IDF, na sigla em inglês) acusaram o Hamas de criar aplicações para hackear os telemóveis de soldados. Duas das aplicações, WinkChat e GlanceLove, eram de encontros românticos, enquanto a terceira, Golden Cup, supostamente transmitia os resultados e vídeos de golos do Mundial de Futebol. Milhares de soldados foram contactados por contas falsas nas redes sociais para descarregarem as aplicações, que permitiam saber a localização do telemóvel, aceder aos contactos e usar os dispositivos como aparelhos de escuta e de vídeo. 

As autoridades israelitas afirmaram que os hackers não conseguiram “causar qualquer dano na segurança”, ainda que as aplicações fossem de grande qualidade. “Tudo o que se pode fazer com um telemóvel, um conteúdo maligno também consegue”, explicou um oficial das IDF. 

As autoridades garantem que “menos de 100” soldados fizeram download das aplicações. 

O Hamas já teria tentado fazer o mesmo em janeiro de 2017, ainda que com aplicações de chat menos sofisticadas.
Para evitar novas tentativas, as forças armadas israelitas têm enviado convites falsos aos soldados para carregarem num link, onde recebem uma ordem para se apresentarem aos seus comandantes e receberem aulas de segurança online. 

Ler Mais

Os comentários estão desactivados.


×

Pesquise no i

×
 


Ver capa em alta resolução

iOnline