16/11/18
 
 
Já é conhecida a sentença do agente que agrediu adeptos do Benfica

Já é conhecida a sentença do agente que agrediu adeptos do Benfica

Jornal i 28/06/2018 11:08

Filipe Silva, o agente que agrediu dois adeptos do Benfica, confirmou, em tribunal, as agressões e afirmou agiu por “medo” de também ser agredido, devido ao clima de tensão que diz ter rodeado o jogo nesse dia

Esta quinta-feira foi conhecida a sentença do agente da PSP, Filipe Silva, que agrediu dois adeptos do Benfica depois de um jogo contra o Vitória de Guimarães, a 17 de Maio de 2015. O subcomissário foi condenado a três anos de prisão com pena suspensa e terá ainda de pagar uma indemnização de 7236 euros.

O subcomissário foi acusado por ofensa à integridade física qualificada. Para além do caso das agressões, foi também acusado de falsificação de documentos e de negação de justiça e prevaricação.

Em tribunal, o agente acrescentou que terá sido agredido por um dos adeptos e que este ofereceu resistência à ordem de detenção, recorrendo então ao cassetete e depois ao bastão extensível. O pai do adepto em questão tentou agarrar Filipe Silva “por trás” e o agente respondeu a este ato com dois murros.

O subcomissário diz que agiu "da forma que foi possível naquele momento”, refeindo que “o  nível de força” que utilizou “não ultrapassou os limites máximos das normas de execução permanente."

A versão do agente foi contrariada pelo adepto e pelo seu pai, tendo o adepto afirmado que não terá agredido Filipe Silva e que apenas terá gesticulado.

O Ministério Público pediu a condenação de Filipe Silva, mas numa “pena não privativa da liberdade”, segundo a Agência Lusa.

Iniciar Sessão
Esqueceu-se da sua password?

×
×

Subscreva a Newsletter do i

×

Pesquise no i

×