20/11/18
 
 
Liquidação do Banif já começou

Liquidação do Banif já começou

Magalhães Afonso 25/06/2018 13:11

O Banco de Portugal (BdP) já deu início à liquidação judicial do Banif, confirmando a revogação da licença do banco para o exercício da atividade bancária.

“No dia 22 de maio de 2018, o Banco Central Europeu revogou a autorização do Banif para o exercício da atividade de instituição de crédito. A decisão de revogação da autorização do Banif implica a dissolução e a entrada em liquidação do banco, em conformidade com o disposto nos números 1 e 2 do artigo 5.º do Decreto-Lei n.º 199/2006, de 25 de outubro”, revela o BdP em comunicado.  

O comunicado do regulador divulgado esta segunda-feira acrescenta que “desta forma, o Banco de Portugal requereu, nos termos da lei, junto do tribunal competente, o início da liquidação judicial do Banif”, cuja resolução foi decidida em dezembro de 2015.  

A entidade liderada por Carlos Costa agradece ainda à administração do Banif – nomeada após a resolução de 20 de dezembro de 2015, a “dedicação e competência demonstradas no exercício das suas funções, em condições particularmente complexas”.

A resolução decidiu a divisão do banco com sede no Funchal em três entidades: Santander Totta, Oitante e Banif. No último ficou um "conjunto muito residual de ativos, passivos e elementos extrapatrimoniais essencialmente ligados a entidades do próprio Grupo Banif".

No início do mês o Banco Central Europeu (BCE) revogou ao Banif a autorização para o exercício da atividade bancária, o que implicava o início da liquidação do banco madeirense.

As contas do Banif relativas ao final de 2015 (últimas disponíveis) revelam que a instituição tinha um património avaliado em 51 milhões de euros, contra um passivo na ordem dos 815 milhões de euros.

Depois da liquidação judicial havendo depois lugar à reclamação de créditos.

Iniciar Sessão
Esqueceu-se da sua password?

×
×

Subscreva a Newsletter do i

×

Pesquise no i

×