23/9/18
 
 
OMS. Transexualidade deixa de ser um distúrbio mental

OMS. Transexualidade deixa de ser um distúrbio mental

Shutterstock Jornal i 19/06/2018 14:43

OMS deixa de considerar a transexualidade como um distúrbio mental e passa a considerar o vício por videojogos como um

No dia 18 de junho, a Organização Mundial de Saúde (OMS) deixou de considerar, na nova edição da Classificação Estatística Internacional de Doenças (CID), a transexualidade como distúrbio mental.

Publicado esta segunda-feira, o relatório da OMS deixa de considerar a transexualidade como uma doença mental e passa a considerar o vício por videojogos como tal. No CID-10, abterior relatório da organização, a transexualidade era considerada ”transtorno de identidade de género”. Contudo, não deixa de ser mencionada no CID- 11, publicado esta segunda-feira, como “incongruência de género”. Isto para que as pessoas ainda possam receber apoio médico, por parte do Sistema Nacional de Saúde, “visto que é frequente pessoas lidarem com depressão ou ansiedade antes de lidarem com a transformação / aceitação”, indica o relatório citado pelo diário espanhol El País.

Após 28 anos desde a última revisão desta norma, especialistas analisaram vários casos de transexuais e pessoas com a pretensão de mudarem de sexo, de forma a criar uma base de argumentos válidos para que fossem aceites pelos profissionais de saúde da OMS, escreve o El País.

Até agora, quem não se identificava com o sexo que lhes foi atribuído à nascença era considerado doente mental. Transexual é uma pessoa que sente que o seu sexo não está de acordo com a sua identidade de género; “é a forma mais extrema da perturbação da identidade de género, em que as pessoas se identificam persistentemente como membros do sexo oposto ao que lhes foi atribuído ao nascimento e necessitam de adaptar a sua aparência física à sua identidade de género através de terapias hormonaise/ou procedimentos cirúrgicos (que não se limitam à cirurgia genital) ” segundo um relatório da associação ILGA Portugal sobre a transexualidade.

 As associações de apoio a comunidades LGBT (Lésbicas, Gays, Bissexuais e Transexuais) já lutavam contra este diagnóstico por parte da OMS para que saísse desta classificação, pois era considerada discriminativa.

O CID é uma listagem de todas as doenças, distúrbios, condições e causas de morte que é utilizada para fins estatísticos e preventivos.

Iniciar Sessão
Esqueceu-se da sua password?

×
×

Subscreva a Newsletter do i

×

Pesquise no i

×