20/10/18
 
 
Hierro: "Foco está no jogo com Portugal"

Hierro: "Foco está no jogo com Portugal"

Bruno Venâncio 13/06/2018 16:41

O novo selecionador de Espanha aborda o primeiro jogo do Mundial, depois da saída abruta de Julen Lopetegui

Fernando Hierro foi apresentado na tarde desta quarta-feira como selecionador de Espanha, depois da saída abruta de Julen Lopetegui, que ontem tinha sido oficializado como treinador do Real Madrid para a próxima temporada. Uma tarefa ingrata, dado que a Roja irá estrear-se no Mundial daqui a dois dias frente a Portugal.

Esse é, de resto, o "foco absoluto" do novo técnico espanhol, de acordo com as suas palavras na primeira conferência de imprensa no cargo. "Não se pode mudar num dia o que se fez em anos de trabalho. Temos de ser inteligentes, coerentes e saber que até ao jogo de Portugal não temos grande capacidade de mudança. É preciso gerir. Não podemos mudar absolutamente nada em dois dias. É um grupo e uma equipa fantástica, um grupo que fez uma qualificação fantástica. Pedimos que sejam eles mesmos: personalidade, são jogadores de grande capacidade", realçou Hierro, considerando que a súbita mudanla no comando técnico "não serve de justificação para não lutar pelo objetivo de lutar pelo Mundial": "Toda a gente sabe que temos uma grande oportunidade e esse é o foco absoluto."

Lenda do Real Madrid e da própria seleção espanhola, que representou em 89 ocasiões (com 26 golos, pecúlio fantástico para um defesa/médio defensivo), Hierro chega ao cargo de selecionador aos 50 anos com apenas uma experiência como treinador: há duas épocas orientou o Oviedo, na II Liga espanhola. Ainda assim, o ex-diretor-técnico da Roja admite que não podia recusar o convite para assumir a função. "É uma questão de enfrentar uma realidade. Tinha três hipóteses: dizer que não, ir embora ou aceitar. Estou consciente da minha responsabilidade e não podia dizer que não. É um desafio bonito, apaixonante, as circunstâncias são as que são e, a partir daí, aceito a responsabilidade. Com valentia, não pode ser de outra forma, pensando que temos um grupo de jogadores que esteve a trabalhar para o Mundial", ressalvou.

Apesar da polémica saída de Lopetegui, Hierro demonstrou "máxima admiração pelo grande trabalho" do seu antecessor. Antes de se tornar selecionador principal, em 2016, o ex-treinador do FC Porto tinha já vencido um Europeu de sub-21 e dois Europeus de sub-19 por Espanha.

Iniciar Sessão
Esqueceu-se da sua password?

×
×

Subscreva a Newsletter do i

×

Pesquise no i

×