22/9/18
 
 
"Entraram e bateram-nos com violência”

"Entraram e bateram-nos com violência”

Shutterstock Jornal i 05/06/2018 11:28

Battaglia recorda invasão da Academia do Sporting

“Foi uma loucura, os rapazes entraram todos em pânico”. Foi assim que o jogador do Sporting Rodrigo Battaglia recordou a invasão da Academia de Alcochete, a 15 de maio, durante uma entrevista ao canal televisivo argentino FOX Sports.

“Estávamos no treino e entraram 50 pessoas, com a cara tapada, camuflados. Entraram e bateram-nos com violência”, recorda o médio de Alvalade.

“Foi uma loucura, os rapazes entraram todos em pânico. Ninguém esperava por isto. Estávamos a voltar do ginásio, fomos fazer a ativação para o treino. Chegámos para calçar as chuteiras, abriram a porta, gritaram e entraram”, recordou o jogador.

Battaglia revelou que os jogadores não tinham como fugir do local: “Não havia maneira [de o fazer]. “Eram cinco ou seis para cada um de nós. O balneário é um local fechado, não podíamos sair. Talvez tivesse sido diferente se nos encontrássemos no relvado”.

Recorde-se que 23 pessoas foram detidas no seguimento da invasão á Academia de Alcochete – os arguidos ficaram todos em prisão preventiva.

Iniciar Sessão
Esqueceu-se da sua password?

×
×

Subscreva a Newsletter do i

×

Pesquise no i

×