25/8/19
 
 
Libertar Rui Patrício? Sporting diz o que é preciso

Libertar Rui Patrício? Sporting diz o que é preciso

Shutterstock Jornal i 04/06/2018 20:55

Clube emitiu um comunicado

O Sporting decidiu emitir um comunicado onde apresenta a sua versão dos factos no que diz respeito ao diferendo com Rui Patrício e a Gestifute, empresa que representa o guarda-redes português, quanto à ida para o Wolverhampton.

“A Comissão Executiva aceitou, desde a primeira hora, realizar o negócio da transferência de Rui Patrício para o Wolverhampton desde que as condições fossem, como nos tinha sido garantido, semelhantes às apresentadas pelo Nápoles, ou seja: 18 milhões de euros, a pagar em 24 meses, ficando a Sporting Clube de Portugal – Futebol, SAD com uma possível mais-valia de 15 por cento numa futura transferência, e onde sempre foi exigido pela Sporting SAD mais dois milhões em variáveis. Mas o que nos foi apresentado dilatava o prazo de pagamento para 34 meses e atribuía uma compensação por mais-valia futura em apenas 10 por cento e sem variáveis”, lê-se no comunicado emitido esta segunda-feira.

“Mais: a Sporting Clube de Portugal – Futebol, SAD fez uma pesquisa de mercado no sentido de descontar no imediato os 18 milhões de euros a serem pagos pelo Wolverhampton, e as melhores propostas que nos foram apresentadas cobravam o triplo em juros do que pediam estas mesmas entidades financeiras, caso o clube comprador fosse o Nápoles. Assim, informámos o Wolverhampton de que o negócio teria de ser feito por 20 milhões de euros, por forma a compensar esse aumento dos juros, mantendo todas as restantes condições propostas pelo Nápoles”, explica o Sporting.

No final do comunicado, os leões revelam o que é necessário para libertar Rui Patrício: “Se a transferência de Rui Patrício nos for proposta, hoje, nas exatas condições em que a aceitámos (18 milhões de euros pagos em 24 meses, com uma possível mais-valia futura de 15 por cento, com as variáveis e com semelhantes condições de juros ao nível da antecipação da cobrança da verba), o negócio será fechado, mas nunca cederemos a chantagens”

Iniciar Sessão
Esqueceu-se da sua password?

×
×

Subscreva a Newsletter do i

×

Pesquise no i

×