8/4/20
 
 
Mundial 2018: Carlos Queiroz promete um Irão competitivo

Mundial 2018: Carlos Queiroz promete um Irão competitivo

AFP Photo Jornal i 29/05/2018 11:50

O antigo selecionador português admitiu que o Irão está inserido num grupo "complicado", mas acredita que vão "honrar a camisola".

Carlos Queiroz, que atualmente está à frente da seleção nacional do Irão, admitiu que será muito difícil para a sua equipa seguir em frente no Campeonato do Mundo, num grupo onde também está Portugal, Espanha e Marrocos.

Para o treinador português, o grupo onde está inserido é “talvez o mais complicado” da competição, mas mantém-se positivo afirmando que “ a nossa atitude é clara. Enfrentar, seguir em frente e melhorar sempre. Esse é o objetivo do Irão”.

Em entrevista ao jornal espanhol ‘Marca’, Carlos Queiroz acrescentou ainda que “a nossa classificação foi muito boa, com sensações de equipa muito consistentes. Mas não somos conformistas, isso é passado. O nosso desafio é sair do Mundial com um Irão melhor, mais competitivo e honrando a camisola”.

Na Rússia, Carlos Queiroz irá reencontrar Portugal – lembre-se que o treinador esteve à frente da seleção portuguesa entre 2008 e 2010 -, mas também Cristiano Ronaldo, jogador com quem também trabalhou no Manchester United. O treinador admite que este será um reencontro “especial”, já que viveram “muitas coisas juntos”.

Apesar de não esquecer o “passe mágico” de Messi no Mundial de 2014, o selecionador do Irão coloca o craque português à frente do argentino, afirmando que, para ele, "Cristiano Ronaldo é o melhor do mundo, mas Messi faz coisas que não são humanas”.

 

Ler Mais

Iniciar Sessão
Esqueceu-se da sua password?

×
×

Subscreva a Newsletter do i

×

Pesquise no i

×