18/11/18
 
 
Queda do MH17. Austrália e Holanda acusam formalmente Rússia

Queda do MH17. Austrália e Holanda acusam formalmente Rússia

Jornal i 25/05/2018 10:57

Ambos os países responsabilizaram a Rússia depois de conhecida a investigação sobre a queda do avião da Malasya Airlines.

Apenas um dia depois da investigação à queda do voo MH17 da Malasya Airlines ter afirmado que uma brigada anti-aérea russa tinha disparado o míssil que fez explodir o avião, a Holanda e a Austrália acusaram formalmente a Rússia de ser responsável pela queda do aparelho.

De acordo com a BBC, a decisão dos dois países foi anunciada hoje, através de um comunicado conjunto divulgado pelo executivo holandês. 

"Com base nas conclusões da equipa conjunta internacional, a Holanda e a Austrália estão agora convencidos de que a Rússia é responsável pelo lançamento do míssil Buk usado para fazer cair o MH17", disse Stef Blok, o ministro dos Negócios Estrangeiros hda Holanda. "O governo está a dar o passo seguinte ao responsabilizar formalmente a Rússia", sublinha.

Ainda assim, ambos os países indicam no mesmo comunicado que têm noção da “complexidade legal” de responsabilizar a Rússia pelo sucedido, tendo pedido ao país que aceitasse entrar em conversações.

"Pedimos à Rússia para aceitar a sua responsabilidade e cooperar totalmente com o processo para estabelecermos a verdade e conseguirmos justiça para as vítimas do voo MH17 e para os seus familiares", pode ler-se no comunicado.

Recorde-se que, a bordo seguiam 298 pessoas e que todas elas morreram na sequência do acidente.

 

Iniciar Sessão
Esqueceu-se da sua password?

×
×

Subscreva a Newsletter do i

×

Pesquise no i

×