24/9/18
 
 
Míssil que abateu avião MH17 pertencia ao exército russo

Míssil que abateu avião MH17 pertencia ao exército russo

Shutterstock Jornal i 24/05/2018 18:03

Avião caiu na Ucrânia depois de ter sido atingido por um míssil.

O caso remonta a 2014. O avião MH17, da Malaysia Airlines, despenhou-se na Ucrânia quando seguia de Amesterdão para Kuala Lumpur depois de ter sido atingido por um míssil. Morreram as 298 pessoas que seguiam a bordo do aparelho.

Na altura foi noticiado que o míssil responsável pela queda do avião tinha sido lançado pela Rússia, mas os russos sempre o negaram.

Agora, quatro anos depois do desastre, uma investigação internacional confirma que o míssil que atingiu o avião pertencia mesmo aos russos e foi disparado por um sistema antiaéreo do exército de Moscovo.

Esta quinta-feira, em Haia, na Holanda, os investigadores apresentaram provas, como fotografias e vídeos, em como o míssil era mesmo russo.

A Rússia quer agora impedir que a ONU determine que a culpa do desastre seja russa.

Iniciar Sessão
Esqueceu-se da sua password?

×
×

Subscreva a Newsletter do i

×

Pesquise no i

×