13/11/18
 
 
94% das estudantes em Coimbra já foram alvo de assédio sexual

94% das estudantes em Coimbra já foram alvo de assédio sexual

Shutterstock Jornal i 23/05/2018 09:03

12,3% das alunas revelam ter sido violadas

 

Um estudo feito pela UMAR Coimbra, sobre o assédio sexual no contexto académico, revelou que 94,1% das estudantes já foram alvo de assédio sexual. Os dados indicaram ainda que 27,1% foram alvo de coerção sexual e 12,3% revelaram que já foram violadas.

Uma nota enviada à Lusa revela ainda que das inquiridas, um terço diz já ter sido perseguida e cerca de metade já teve contacto sexual sem o seu consentimento.

53% das estudantes revelou também que o seu principal medo é andarem sozinhas na rua. Já os homens responderam que o seu maior receio é de “sofrer um assalto”.

Para o estudo, a UMAR Coimbra realizou um inquérito online, que foi respondido por 518 pessoas. “Em todas as categorias de experiências sexuais indesejadas analisadas, a grande maioria das mulheres inquiridas reportou ter sofrido estes comportamentos por parte de indivíduos do género masculino, nomeadamente parceiros íntimos, ex-parceiros íntimos, docentes, conhecidos e superiores hierárquicos ou colegas”, revela a UMAR.

Os dados vão ser apresentados na íntegra esta quarta-feira na Faculdade de Letras da Universidade de Coimbra.

 

Iniciar Sessão
Esqueceu-se da sua password?

×
×

Subscreva a Newsletter do i

×

Pesquise no i

×